31 Aug 2009

Inferno


Hoje, um incêndio na região do Sabugal mantêm-se activo mais de 24 horas depois de ter começado ameaçando povoações e deixando em desespero os pobres que tem o azar de viver por ali.

A RTP (a televisão do Estado) mandou lá uma repórter que teve uma agradável conversa com um major da GNR que explicou que estava ali apenas para orientar o trânsito.
Não foi possível falar com o comandante dos bombeiros porque as estradas estavam cortadas.
O admirável líder que nos governa e o misterioso ministro que manda nesta trapalhada estão desaparecidos não em combate mas dos noticiários porque só o tolo do Santana Lopes é que um dia resolveu ir ver um fogo mais de perto e, queimou-se.
Três apontamentos da imprensa


Portugal, só nos primeiros sete meses de 2009, já perdeu uma área total de 21.675 hectares (ha), consumidos pelas chamas, três vezes mais do que em igual período do ano passado, segundo os dados revelados pelo relatório provisório da Autoridade Florestal Nacional (AFN).
TVI

Portugal teve este Verão mais do dobro da área ardida de Espanha. Até ao dia 4 arderam em Portugal mais de 242 mil hectares, contra os pouco mais de 100 mil do País vizinho. Quando comparado com os restantes Estados-membros da Europa do Sul, o cenário é ainda mais dramático para Portugal o terceiro país com mais área ardida é a Itália, com cerca de 16 mil hectares.
DN

Desde o início do ano até ao passado dia 31 de Julho tinham ardido, em Portugal, 21.675 hectares de floresta: 6324 entre povoamentos; 15351 no mato. Isto significa um aumento de 242% relativamente ao mesmo período do ano passado. Em 2008, a área então ardida foi de 6.337 hectares. Mas a área ardida em apenas metade do ano já é superior à área ardida na totalidade do ano passado, que foi de 17.244 hectares. O valor supera também 2007 e 2006.
JN

2 comments:

Anonymous said...

Isto de comparar o que arde num ano com os anos imediatamente anteriores é uma anedota. A variação interanual é enorme devido às diferenças na meteorologia. Este ano já terão ardido à volta de 30000 ha, ou seja cerca de 1/3 a 1/4 da média anual desde os anos 80. Para todos os efeitos é um bom ano, e é um muito bom Verão, uma vez que dos 30000 cerca de 20000 ha arderam no Inverno

Fado Alexandrino said...

Obrigado.
Os habitantes do Sabugal vão gostar de saber dessas boas notícias.