30 Mar 2015

A Madeira de Jardim, continua um jardim

 
Vai uma agitação tremenda com as eleições na Madeira.
No Expresso a senhora correspondente(*) lá na ilha, entra em delírio e descobre que o PSD ganhou as eleições por maioria absoluta, por pouco, assim a modos como os fora de jogo que estavam apenas ligeiramente.
Passados uns minutos descobrem que faltam 5 votos ao PCP para elegendo um deputado que tira ao PSD, a maioria absoluta desaparecer.
É a tragédia.
Nem quero imaginar como irá o novo e providencial homem governar.
Vejam bem fica apenas com 23 votos e do lado de lá há 24, constituídos pelos partidos CDS/PS/PTP/PAN/MPT/JPP/PCP/BE/PND (**), gente que como é sabido andam sempre aos beijinhos uns aos outros.
Há ainda mais uma curiosidade (entre tantas) nestas eleições, o PCP com 7082 votos elege 2 deputados e o BE com 4859 elege os mesmos dois.
Outra curiosidade é haver uma freguesia (não sei se é a mais pequena) com 244 inscritos, dos quais 128 se deram ao trabalho de votar. Mesmo assim 3 ainda conseguiram anular o voto.
Pode ser que estes sejam recuperados e fiquem só a faltar dois.
Carrega PCP.

(*) Nome omitido por pudor.
(*) Não se menciona o PEV porque é um partido fantasma que aparece sempre misturado com o PCP e nunca foi a eleições.



29 Mar 2015

Leia as notas com atenção


Borregou

Fernanda Palma
Professora Catedrática de Direito Penal

Não pode ter havido, por exemplo, um desfalecimento do copiloto por qualquer causa e uma falha técnica no sistema de acesso ao cockpit, sem obstrução humana?
Não.
Já foi explicado, com vídeo inclusive, que após a introdução do número de código no sistema de acesso a porta fica disponível durante cinco segundos, a não ser que alguém no cockpit volta a acionar o botão de lock.



25 Mar 2015

Números que deviam fazer pensar

No passado domingo disputou-se o jogo entre o Barcelona e o Real Madrid.
A assistência foi de 98,760 pessoas.
No campeonato nacional apenas Benfica, Sporting, Porto, Guimarães  e Braga (por esta ordem) conseguem superar aquele número com as assistência de toda a época.
Se levarmos em linha de conta com as três melhores assistências do Barcelona, Guimarães e Braga saem de imediato desta lista.
Note-se que quer um quer outro têm quinze jogos em casa.   
De momento a liderança é ocupada pelo Benfica com 579,158 assistentes em 15 jogos com a média de 59,73%.
Não é preciso dizer mais nada.
Pobrezinhos mas honrados.

23 Mar 2015

Eu posso, tu podes, eles poderão?

Durante meses os jornais bombardearam todos os dias com o Podemos.
Era a cura do cancro.
Era a nona maravilha.
Toda a gente suspirava por aquilo.
Faltavam as eleições que de acordo com os desejos dos senhores jornalistas e cronistas, estavam no papo.
Pois as mesmas aconteceram ontem e por volta das dez da noite já se sabia tudo sobre os resultados.
Mas hoje para os jornais, apenas um conseguiu recordar que houve eleições em Espanha e mesmo assim ainda deu uma bela cambalhota para apresentar um minúsculo terceiro lugar como uma quase vitória.
Para memória futura estão aí:

21 Mar 2015

Quem é?

Fixe esta cara.
É um dos 500 sucessores de Passos Coelho.
O Diário de Notícias escolheu este (*) depois de um sorteio com dados.
Agora é a vez dos outros jornais fazerem também interessantes apostas.
Breve haverá um números de telefone ( 60 cêntimos mais IVA) para darmos também palpite.

(*) E ele, modesto, Ao DN admite que, após as legislativas, não se demitirá de intervir na vida do partido

Sempre iguais, sempre porcos

O Correio da Manhã é o jornal que mais vende em Portugal.
É natural.
Dá aquilo que os tugas adoram, escândalo, sangue, polémica, boatos, mentiras e uma bela lista para quase todas as casas de putas que há aqui no território com descrição do produto e preços.
Hoje, como aliás todos os dias, estendem-se.
Miguel Alexandre Ganhão, subchefe de redacção acha que:

...as declarações de José Maria Pires na Comissão Parlamentar – durante a qual disse que gostaria de evitar algumas notícias dos jornais que dão conta da situação de determinados contribuintes – são inaceitáveis! Inaceitáveis porque as notícias publicadas dão conta de ações legítimas de funcionários contra a tentativa de contribuintes de fugir às suas responsabilidades tributárias.

Ou seja é legítimo que funcionários trafulhas  espiolhem contas para depois virem vender essa informação aos jornais em vez de actuarem dentro da máquina fiscal como lhes competia.
Há uma data de processos a este tipo de funcionários.
Se forem despedidos não se preocupem, o Correio da Manhã acolhe-vos, eles gostam deste tipo de pessoas.

20 Mar 2015

Que palhaçada

Mas

É que o dirigente sindical, embora garantindo ter "informações" e "testemunhas" (que não quis identificar), de que foi o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais Paulo Núncio a dar ordens para que essa lista se fizesse, também assumiu não ter nada de "concreto, palpável ou factual" que lhe permitisse sustentar a acusação.

Em rigoroso exclusivo, mesmo antes do Correio da Manhã, apresentamos a famosa lista.

Sinatra Parte II


 
 

18 Mar 2015

Estes estão na lista VIP



Eram novinhos na altura, não sabem


As Nações Unidas vão reabrir a investigação à morte do antigo secretário--geral Dag Hammarskjold, sueco vítima de desastre aéreo em setembro de 1961, quando voava a norte de Angola para encontrar o líder rebelde catanguês Moises Tshombé.
O caso foi polémico em Portugal, por possível envolvimento do regime salazarista.

Quem escreve isto é o senhor João Vaz, redactor-principal do Correio da Manhã.
Uma simples consulta podia ter-lhe dado um bocadinho mais de certezas.
A rosa a rota do fatídico avião, abatido ( e não desastre) em Ndola, no que hoje é a Zâmbia.
A negro o avião que voava como lebre.
O resto da notícia é também uma fantasia.
Só tem uma coisa certa, o nome dos dois intervenientes.

17 Mar 2015

O Mundo ao contrário

 
O senhor da foto, Måns Zelmerlöw, ganhou o concurso na Suécia e vai representar aquele país na Eurovisão 2015.
Em vez de cantar resolveu também falar e disse "não é natural que um homem queira dormir com outro" e justificou tão polémica frase com outra "é mais natural que um homem e uma mulher juntos, tenham filhos"
Coitado, quiseram crucifica-lo vivo e um senhor declarou mesmo que "só poderá pedir perdão se antes se submeter a terapia para curar a homofobia".




 

16 Mar 2015

Que cambada de estúpidos

Dois milhões oitocentos e treze mil e sessenta e nove portugueses votaram nesta coligação e vêm estes papalvos com um papelinho assinado por uns míseros vinte mil querer impor a sua vontade.
E, aposto, muitos para não dizer todos, acham muito democrática esta farsa.
Nem vale a pena dizer quem são, são sempre os mesmo.
Nem Cavaco tem este poder.
Não está em causa nenhuma das garantias fundamentais que a Constituição, prolixa, prevê,
Vão-se catar.
Aguardem pelas eleições e depois logo se verá.

15 Mar 2015

Uma sondagem tipo Expresso

64% dos senhores inquiridos não acreditam nas justificações de Passos Coelho contra uns míseros 25% que acreditam.
Mas, autêntica reviravolta, apenas 42,4% admitem que a autoridade moral e política do sobredito cujo fica prejudicada sendo que uns fabulosos 44,6%, ou seja uma maioria acha que tudo isto foram peanuts.
E porquê?
Porque afinal o que houve nisto tudo foi apenas desleixo, e quem o não é (excepto o Expresso e a sua agenda eleitoral) em Portugal.

13 Mar 2015

ora diga lá outra vez


Há muita gente que não vê o Festival da Canção na RTP por gostar das canções, mas por ser tão mau, tão mau, que dá gosto ver.

Esta frase foi escrita por este grande pensador, um dos mais esclarecidos críticos das barbaridades que se dizem e escrevem em televisão.
Um dia ele vai explica-la

 Simone de Oliveira, uma valente, foi à aldeia da música juvenil mostrar como se interpreta uma canção. Claro que não poderia ganhar: para isso deveria estar ainda na idade de ter acne, pôr o corpinho à mostra e ter garganta para gritar mal.

Também é um dos maiores especialistas musicais lusitanos, mas a sua opinião, categórica, não foi ouvida pelo júri.
Talvez se ele a tivesse cantado.

E realmente moldou


 
Leia a crítica aqui
 

11 Mar 2015

Números

A jornada 24, agora que o campeonato entra na fase mais quente foi uma tragédia.
Nove jogos com 25 golos, 47 amarelos 9 vermelhos e 67590 espectadores.
E um dos jogos teve 25,495 assistentes ainda que com meia casa (50,95%).
O pior teve 17,41% nas bancadas.

A fotografia é verdadeira e foi tirada aquando da visita da Princesa à Casa dos Marcos.

A Casa dos Marcos, o primeiro Centro de Recursos em Doenças Raras em território nacional, foi pensada para oferecer uma resposta necessária e até aqui inexistente, não obstante a Rede Nacional de Centros de Referência ter sido considerada uma prioridade no Programa Nacional para Doenças Raras, em 2008 e o reconhecimento dos doentes portadores de patologia rara como grupo vulnerável.

Ajude colocando no anexo H (901) o NIF 506 027 244

8 Mar 2015

Visto hoje no sítio do costume


 
e.s.t. made its ultimate international breakthrough in 1999 with “From Gagarin’s Point Of View”, a work that marked the beginning of its collaboration with ACT. Today, 15 years later, it is still considered to be one of the best e.s.t. albums, and jazz fans and critics alike hail it as a milestone of European jazz from the last 20 years.

Partiu com 44 anos num acidente em mergulho submarino.
Por estranha coincidência Gagarin morreu também, com uns curtos 34 anos, num estúpido acidente de aviação.
Subiram muito alto, mas eram humanos.

Coitadinho, não se esforçou

 
Este também tem a "mística"
Contra o Benfica dar tudo e mais um bocadinho.
Contra o Porto, jogar macio, acautelar o futuro.
Podes ir longe, melhor dizendo perto, de Paços ao Porto é um pulinho.

5 Mar 2015

O prémio Nobel explicado pelo menino Mário

 
 
 
Ficámos a saber que o Nobel só se dá a pessoas que não sejam complicativas, ou que sendo-o tem mulheres que fazem tudo para remover as complicações.
Confirmamos também que o menino Mário nunca fez nada e que um médico/escritor sabia disso.
Infelizmente esse mesmo médico/escritor deu-lhe uma injecção no cú e ele recomeçou a falar.
É bem feito que hoje não lhe leiam os livros.


3 Mar 2015

Museu do Ar - Sintra - BA1


 
 
Aqui tudo o que queria perguntar sobre este magnifico pássaro, respondido.
Obrigado ao bloger.

A redacção do menino Mário

Ficamos a saber muitas coisas.
Que Roma era um Estado.
E que a Grécia é muito muito antiga, do tempo de Roma ou mesmo mais.
Que não foi o Doutor Jorge Miranda, nem o Doutor Boaventura, nem sequer o Professor Marcelo que nos criaram, não senhor os nossos Pais foram Roma e Grécia.
E por isso o Bloco de Esquerda apoia muito os casais gays porque eles produzem frutos muito bons.
Depois a redacção avança e reconta a História do Lobo Mau, agora como uma Loba.
E quem é a Má.
A senhora Merkel que quer comer a Grécia, depois de já ter comido Portugal, Espanha, Itália e outros Estados europeus, mais ou menos atingidos. 
De alguns apenas foram comidas as partes nobres, alcatra, pojadouro, acém.
Depois avança para conceitos elaborados de finanças.
Paga as tuas dívidas quando puderes, e entretanto faz novas dívidas.
Termina com fraterno abraço a um senhor que vai melhorar a desgraçada Grécia, ou o que resta delas depois de ter sido comida num refogado pela Loba Má.
O menino Mário é muito esperto e vai longe.

Buy old masters. They fetch a better price than old mistresses -- Lord Beaverbrook

 
 
Essencialmente é isto que o filme Big Eyes demonstra plenamente.
Margaret D. H. Keane (born Peggy Doris Hawkins; 1927) dedicou a sua vida a pintar quadros com crianças onde os olhos transmitiam a melancolia e tristeza necessárias para comover as carteiras de pessoas endinheiradas.
Não teria tido o sucesso mundial se um encontro casual não a colocasse em rota de colisão com um estupendo aldrabão com olho para o negócio que a convenceu a pintar em regime industrial que ele se encarregaria de elevar a cotação no mercado.
E assim se fez.
Um belo filme, uma bela história duas interpretações de alto nível.
Não perca, está por ai em exibição.
A partir daqui avisa-se há spoilers e recordamos o ultra famoso quadro que decora 90% das paredes lusitanas na versão masculina "O menino com lágrima no olho".

1 Mar 2015

Museu do Ar - Sintra - BA1



Há quase quinhentos anos, o Senhor Torto pensou fazer uma coisa direita.
Sonhou.
E atirou-se de cabeça
Quase que ia dando, mas nessa altura como agora ficou a meio da aventura, faltou-lhe o "golpe de asa".
Continua a faltar em muita coisa, por culpa de muitos de nós.
Falaremos daqui a mais quinhentos anos, pode ser que melhore.

MIles, e está tudo dito.


 
Devido a uma promessa feita aqui eis um dos muito superlativos discos deste senhor.
É um duplo, prazer multiplicado.
 
 
 

26 Feb 2015

Consultório Sentimental

 
Minha querida, primeiro que tudo um orgasmo não é coisa de "acho".
Ou tens ou não tens, ainda que haja algumas mulheres que não os tenham mas que os imitam na perfeição.
Ora bem, tomando como bom que os tens, queixas-te de quê?
Aproveita, bebe mais uns copos e dorme com o sossego possível.
Há fortes probabilidades de que acordada a realidade não consiga imitar os sonhos.
Claro que se tiveres um saco azul como a tua conterrânea, com o mesmo nome ao qual adicionava a localidade, é provável que acordada sejam melhores do que a dormir. 
Tenta um lugar de vereadora.


Os nossos notáveis filosofam

Antigamente as pessoas diziam inutilidades em conversas de café ou em telefonemas quando os telefones tinham um fio que os ligava à parede.
Mas um dia os telefones emanciparam-se e tornaram-se smarts, mas as pessoas não.
E desataram a dizer as mesmas palermices, mas agora de maneira que todos as lessem.
E nisto os nossos notáveis, cuja fama termina em Badajoz, conseguem fazer coisas prodigiosas.
O Correio da Manhã, que não trata só dos assuntos do senhor engenheiro, por alcunha o 44, tem um suplemento chamado Vidas onde dá conta destes deliciosos momentos.
Ao calhas, vão aqui quatro.
É só um exemplo, todas as semanas se repetem.
Há milhares de notáveis, há assunto para dezenas de anos.
Divirtam-se.

Digo sim, não e talvez sobre tudo e todos

Diz que está melhor, a seguir diz que está pior.
Mente tanto numa situação como noutra.
Mente sempre.
É um político português.
Breve vai governar-nos.
Deus nos ajude.