29 Dec 2008

Hamas ou Há Mais?


Hoje no jornal da Doutora Fernanda, faz-se uma nova apreciação ao jogo dos números.
Para melhor compreender este problema saibamos que na Faixa de Gaza habitam mais ou menos 1,5 milhões de pessoas.
Vamos ler:

Israel quer neutralizar o Hamas, apontado como primeira causa do conflito. Foi o movimento fundamentalista que quebrou o cessar-fogo de seis meses e lançou rockets contra comunidades israelitas.

Até aqui já se sabia.
Continuemos:

O Hamas governa de facto a Faixa de Gaza e em Junho de 2007 expulsou a Fatah, que controla a Autoridade Palestiniana do Presidente Mahmoud Abbas. No início de 2006, os fundamentalistas tinham vencido eleições justas.

Aqui já temos duas noções importantes.
O Hamas expulsou e depois ganhou eleições que se presume terem sido democráticas.
Mas:

Cada um dos lados está, assim, a pensar em questões de poder interno. E isso não permite resolver o verdadeiro problema da Faixa de Gaza: o sofrimento de 1,5 milhões de civis que apenas desejam poder continuar com as suas vidas.

Ora se o Hamas ganhou as eleições e se aqui se apontam como inocentes este tal milhão e meio, as perguntas são naturais.

Quem votou no Hamas está aonde?
E quem é que dispara os mísseis?

27 Dec 2008

DREN


Irritado com seus alunos, o professor lançou um desafio.
Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar de pé.
Todo mundo continuou sentado. Alguns minutos depois, Joãozinho se levanta.

- Quer dizer que você se julga burro? - perguntou o professor, indignado.
- Bem, para dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí, em pé, sozinho...

25 Dec 2008

Professor ...




...Se ainda não tens uma equipa-te rapidamente.

Na próxima pode não ser de plástico e não teres tempo de chamar a senhora Directora para marcar uma falta disciplinar.

Natal


23 Dec 2008

22 Dec 2008

Futebol Total


Dezasseis equipas.
Dez não marcaram um único golo.
Três marcaram um golo.
As equipas classificadas nos primeiros dez lugares marcaram dois golos.

Não se esqueça, pegue em vinte euros e não perca os próximos fabulosos jogos entre equipas portugueses, bem é uma maneira de falar, porque algumas já só têm um ou dois para amostra.

Nikolai Valuev


2, 13 metros e 150 Quilos

Ponham-lhe mas é um urso na frente para disputar o título!

Jornalismo de sarjeta


Veja-se como se faz jornalismo em Portugal.

O nome do artista é RUI MARQUES SIMÕES e trabalha no jornal do regímen.

Encarregado de entrevistar o guarda-redes da Académica, Boris Peskovic defrontou-se com uma dificuldade tipo montanha que é de o mesmo apenas falar a língua materna.
Mesmo assim o senhor jornalista descobriu que ele “era um desconhecido guarda-redes, cujo principal "feito" tinha sido uma condenação por corrupção (em 2003, quando jogava no Swit, clube da II Divisão polaca).”

Depois muito a tropeção lá descobriram em conjunto duas palavras mágicas que ambos sabiam (mas só um praticava) em inglês e que eram “trabalho” e “equipa”.

E magicamente o senhor jornalista consegue escrever mesmo assim um artigo inteiro para no fim descobrir, ó espanto que “Em 2003, sete jogadores do Swit foram condenados por terem recebido um soborno do Garbarnia, para perderem o jogo do play-off de acesso à I Divisão. Peskovic era um deles, mas seis meses depois foi ilibado. "Ele foi abordado mas não aceitou o suborno, por isso ilibaram-no e voltou a jogar", frisou o empresário.”

Pode ler toda esta sujeira aqui .

19 Dec 2008

Parabéns


Conseguiste que a tua equipa nesta jornada
fosse a única que perdeu em casa.

18 Dec 2008

Uma novela poética


O ex-locutor da Rádio Argel anda nervosíssimo e isto é muito mau pois da última vez que lhe aconteceu, teve que meter baixa e ir caçar perdizes para desanuviar.

Está naquele momento difícil em que já não risca nada no Partido Socialista que está mortinho por o ver pelas costas e portanto passou pelas cabeça dos tontinhos que o apoiam que era capaz de ser um boa ideia ele formar um partido e depois todos podiam aspirar a um lugarzinho.

Mas não é isto que O Poeta quer.

O que ele gostava era de fundar um partido tipo Partido Os Verdes, que fosse, sei lá, o Partido Unido de Todos a Esquerda Democrática Ocidental e que fosse reconhecido e mimado pelo PS como imprescindível.
E depois, sem ir a votos lá o tínhamos duas bancadas ao lado daquela que ocupa desde que há memória mais a Inês Pedrosa.

Claro que isto era uma grande desilusão para O Grande Ideólogo que depois do namoro que estava a correr tão bem ver a noiva nos braços de outro.

Já falta pouco para sabermos mais episódios desta novela que está a encantar Portugal.

Senha 357


Portugal (enfim os intelectuais e jornalistas), está em polvorosa.
Um partido anunciou um candidato às autárquicas do fim de 2009 (sim falta quase um ano) no caso para Lisboa e toda a gente desatou a, em primeiro lugar a malhar no infeliz, em segundo lugar (alguns) a dizer bem do infeliz e finalmente a dizer que o infeliz vai fazer muita gente feliz.

Estas confusões são possíveis porque estamos a falar nem mais nem menos do que de Pedro Santana Lopes.
Tirando Scolari não há pessoa em Portugal que suscite tantos amores e ódios.
O maior autarca do país, o Zé, já foi avisando que se o infeliz for eleito, nunca mais será autarca.

Esta é uma oportunidade que só aparece uma vez no século

17 Dec 2008

Não têm vergonha


Você gostava de chamar burros incompetentes a 238 pessoas ao mesmo tempo, e elas não se sentirem ofendidas?
Bem agora é fácil.

Veja como, aqui .

16 Dec 2008

Le Scaphandre et le papillon



Aviso amigo levou-me ao encontro desta obra sublime.
É um hino ao amor, à esperança, á luta.

Não é fácil de compreender mas aquele homem numa situação extrema nunca desistiu.
Quando tanto de nós, nos lamentamos por coisas a que damos uma importância magnífica, ver este filme coloca os problemas na sua real dimensão.
Aconteceu, aquelas pessoas existiram, quem o ajudou hoje estará a ajudar outros.

Devia ser obrigatório vê-lo.
Eu, felizmente, já o fiz.

12 Dec 2008

Xuxalismo


A gestão socialista da Câmara de Lisboa, começa a dar frutos.

O tribunal arbitral constituído para avaliar a integração de trabalhadores precários na Câmara Municipal de Lisboa decidiu-se pela integração de 800 dos 841 dos funcionários no quadro privativo do município, anunciou ontem o presidente da autarquia, António Costa (PS). Transitaram para uma "fase contenciosa" 41 trabalhadores, acrescentou a autarquia lisboeta. A constituição de um tribunal arbitral para resolver questões laborais foi utilizada pela primeira vez por uma autarquia para decidir a integração dos trabalhadores precários da Câmara de Lisboa. O processo, baseado num parecer do professor de Direito do Trabalho Jorge Leite, envolveu uma fase de negociação com os sindicatos representativos dos trabalhadores da autarquia de Lisboa, que concordaram com a criação do tribunal arbitral. Lusa

Foi você que reclamou de ter muito lixo à porta?

11 Dec 2008

Bombaim


António Costa, a personagem que transitoriamente está sentado num cadeirão na Praça do Município, já disse alto e bom som que nada pode fazer para evitar que devido à greve o lixo de acumule por toda a Lisboa.

Par dizer aquilo não precisava de ser O Presidente.
Eu também não posso fazer nada, por enquanto.
Mas brevemente já poderei votar noutro.

10 Dec 2008

Dá todas as sextas-feiras


Partidos e Parlamento não sabem ao certo quem faltou na votação de sexta-feira. Ferreira Leite pode castigar ausentes sem justificação.

É a confusão geral. A lista dos deputados presentes no plenário de sexta-feira não coincide com a contagem feita pela mesa da Assembleia da República (AR) no início das votações desse dia, nem com o próprio resultado da votação dos deputados por braço no ar.

Na bancada socialista: segundo os registos da mesa na altura da primeira votação, eram 103 os presentes. Mas é certo que votaram 108 deputados: 101 contra o diploma do CDS, seis a favor e um absteve-se. Nas restantes bancadas também há confusão nos números: a mesa contabilizou 45 deputados do PSD (30 ausências) na altura das votações, quando o grupo parlamentar garante que foram 48 (27 ausências). O número de votantes também não bate certo com o dos deputados que assinaram a folha de presenças, de acordo com o site do Parlamento.

Se todos reconhecem a dificuldade em controlar a assiduidade dos deputados - que pelos estatutos podem perder o mandato perante quatro faltas injustificadas -, ninguém parece interessado em mudar o regimento.

(in Público)

9 Dec 2008

The Duchess




Quando se trata de filmes de época, os ingleses são imbatíveis.
Pudera, ainda o mundo não existia, é já eles tinham uma aristocracia que resistiu a tudo, até aos novos bárbaros.
Esta é a história da Duquesa de Devonshire que séculos antes experimentou aquilo que Diana a Princesa do Povo viria muito mais tarde a conhecer e que exprimiu de uma maneira muito simples:

No meu casamento éramos três.

Com a soberba Keira Knightley no papel principal e Ralph Fiennes como seu marido tem um complexo jogo de amores e desamores (lá esta o motivo do poeprosa) em que todos usam e abusam do outro.

Não perca, estreia brevemente.

6 Dec 2008

Não quero ficar para Tia


Uma muito boa notícia.
Depois de um divórcio conflituoso com muitos murros e pontapés à mistura o noivo reencontrou o amor e vai pedir a noiva em casamento.

Desta vez pode dar certo.
Já não vai ao engano, sabe que ela já não é virgem e já deixou três maridos desolados.

A praxe


Para que algo que seja repulsivo acabe, é preciso que alguém inicie a luta.
Mas por vezes para grande parte da opinião o que é degradante pode parecer apenas brincadeiras de garotos.
É o caso das praxes.

De um salutar costume de integração dos mais novos passou-se com o correr dos tempos para a degradação dos mais novos usando na maioria das vezes pulsões sexuais.
E neste caso quando atinge as raparigas é ainda mais condenável.
Foi o caso de Ana Sofia Damião que resolveu dar a cara depois de lhe terem sujado o corpo.
Ganhou.

É o inicio do que muitas, todas as raparigas deviam fazer.
Não se deixem humilhar.

4 Dec 2008

Não salta, nem corre, nem nada



Confirma que ganha 2500 euros mensais, fora despesas de representação?


Recebo esse dinheiro, mas aqui ninguém recebe ordenados. Foi deliberado que o presidente, o secretário-geral e o tesoureiro recebessem uma verba a título de indemnização pelo tempo perdido. São 2500 euros mensais para mim.

Há um problema grave. Os atletas entendem a bolsa como um ordenado. (os atletas medalhados recebem 1250 euros mensais e nova proposta prevê 1500)
Mas isto é um subsídio, que é um extra, e não um ordenado

(in Público)

2018


Um senhor loiro que pode ser encontrado na Federação Portuguesa de Futebol anda muito entusiasmado com a realização conjunta do Mundial de 2018 entre Portugal e Espanha.
A ideia até era muito boa porque o Ronaldo naquela altura já tem mais dez anitos de futebol nas pernas e assim evitava-se-lhe a maçada de ter de jogar para se classificar.
Por outro lado a ideia até era melhor se fosse uma edição conjunta com o Brasil, pois uma vez que breve vamos ter quatro brasileiros a jogar por Portugal nessa altura até já serão sete ou oito.

Adiante.
A ideia de juntar Portugal e Espanha não tem pés para andar.
Basta pensar numa coisa muito simples.
Há a cerimónia de abertura e a cerimónia de encerramento.
Estão a ver Madrid e Barcelona abdicarem de ambas?
E então nós ficávamos com quê?
Com um jogo das meias-finais e era já um bom rebuçado.

Não dá!

30 Nov 2008

375,000


Revoltados com a agressão sofrida pela colega de Jovim (Gondomar) que recordemos foi agredida a soco e pontapé por um aluno tendo que ir ao Hospital para tratamento, os professores mobilizaram-se com sms, mails, cartas, telegramas e convocatórias do sindicato e fizeram a espontânea e grandiosa manifestação de ontem em Lisboa que percorreu o trajecto habitual.

E eram mesmo só professores, nada de acompanhantes e mirones, garantiam durante o desfile.

Ministra dê-nos soqueiras!
Queremos bater de volta!
Ou vai ou racha!


As palavras de ordem misturavam-se com uns tiros de pólvora seca.
Os professores estão mesmo irritados com a onda de indisciplina e garantem, nada vai ficar igual.

Os alunos ponderam ir para a greve.

(com a Lusa e o próprio no local)

28 Nov 2008

Se um tacho modifica muita gente ...



Ora, as pessoas têm de perceber que eu faço parte do executivo que governa a cidade e não vou estar a chatear as pessoas só por chatear.

Não estou aqui por causa dos votos. Dou o peito às balas sempre que for preciso, para defender Lisboa.

Vou passar a andar de bicicleta

Público de 28-11-08

Claro, os patins já lhos calçaram.
Agora só falta o PS colocá-lo no lugar do idiota inútil nas listas da próxima eleição.
Foi tão bom, não foi?

25 Nov 2008

Muita fé


Pergunte-lhe os números do euromilhões desta semana.

24 Nov 2008

Entregues à bicharada


Numa longa entrevista hoje no Público João Bienchard Cruz explica como é que está num lugar onde não sabe nada do que se vai passar e acredita, sim acredita, que tudo se vai passar muito bem, graças a Deus.
Este senhor é o actual presidente daqueles organismo que ia resolver todos os problemas da frente ribeirinha a Sociedade Frente Tejo.
Vamos ler um pedacinho (bolds de minha responsabilidade)

Quais vão ser os prazos de execução destes projectos?
Queremos ver se pelo menos conseguimos que a ocupação pública das arcadas do Terreiro do Paço fique pronta a tempo das comemorações do centenário da República. Pensamos também que o novo edifício do Museu dos Coches ficará pronto nesse prazo do ponto de vista exterior.

Do ponto de vista exterior? Sem coches?
Sem coches ainda, mas já com o exterior feito.

Se o edifício fica pronto, por que razão não colocam lá os coches?
Podem faltar acabamentos interiores.

E o que vai acontecer ao picadeiro do actual edifício do museu?
Ainda não está decidido, mas poderá ser uma sala polivalente para exposições e outras iniciativas.

O que fica então pronto a tempo das comemorações da República? O Terreiro do Paço e o exterior do Museu dos Coches?
As arcadas do Terreiro do Paço, sim. Quanto à praça, vamos ver se conseguimos, porque vai ser sujeita a uma obra de saneamento de grande porte. Também é preciso consolidar o torreão poente, que está ligeiramente afundado.

Quer dizer que se corre o risco de em Outubro de 2010 ter as arcadas cheias de comércio e esplanadas e o centro da praça cheio de tapumes?
Pode acontecer. Mas não será desejável.

E isto é para daqui a dois anos.
Que choldra.

Real Irreal


Primeiro que tudo Nicole Kidman.
É sempre deslumbrante seja lá qual for a fita em que entre.
Depois, o filme em si mesmo.
Horror puro do principio ao fim, medo, angústia, sem uma única gota de sangue um punhal ou uma pistola, nada, nada.
Apenas a sensação de que algo está mal, algo que não conhecemos.

Ilustrado na perfeição por este texto que pode ser lido, com outros aqui .


Para que precisava saber ainda,
dos medos, terrores, e dos arrepios
de quem se encontrava com almas penadas
se agora, como então, são aquelas luzinhas
que vagueiam em noites de breu
para lá das vidraças, do vento, e do frio,
no que serão as sombras de montes e montes,
que tal como os sonhos eu vejo e me vêem,
mas estão tão distantes que nunca aqui virão?

22 Nov 2008

Mrs. Secretary of State


Um dia, Eusébio é convidado a visitar o Papa.

Durante a audiência trocam-se os habituais cumprimentos e depois de alguns minutos de conversa os dois vão até à varanda que dá para a praça.
Mal assomam à janela uma velhinha na multidão pergunta:

-Quem é aquele senhor que está ao lado do Eusébio?

Tão querido


20 Nov 2008

Volta Sargento, estás perdoado


Foi linda a festa pá!

Carlos Queiroz quebrou um recorde que já tinha 53 anos.
Cristiano Ronaldo o maior génio da bola do planeta continua a ter triliões de namoradas, ganha imenso dinheiro com a publicidade e as modas e desatina quando querem que também jogue à bola.
O avançado que mais golo faz por Portugal fica a descansar em Lisboa o outro fica no banco.
Nos jogos a feijões os jogadores cansam-se ao fim de cinco minutos.

Tudo pode piorar.

19 Nov 2008

Ignorância Atrevida


O Diário de Notícias apanhou de ouvido uma notícia sobre Manuela Ferreira Leite e resolveu imaginar a e colocar essa imaginação na primeira página.
Coitados é a primeira vez que um erro de análise se transforma num erro de ortografia.
A desculpa que podem dar é que não conheciam um termo português e usaram um estrangeirismo.
Duplamente ignorantes.

Tem que ser branca


Siza Vieira é um nome.
E com aquele nome pode fazer tudo o que lhe apetecer.

Marcel Duchamp pegou num mijatório rubricou lá o seu nome e passou imediatamente a obra de arte.
Siza Viera criou o Pavilhão de Portugal, mandou construir uma pala única no mundo em dimensão e custos e depois desde 1998 que ninguém consegue aproveitar aquilo para nada.

No estado actual de graça até podia fazer um cagatório que não levantasse a tampa que haviam logo de descobrir algo de misterioso na intenção do Mestre.
Casa de Banho gigantesca já ele mandou construir na estação de metro Baixa-Chiado.

Hoje aqui um cidadão luta com um dos seus últimos prémios.

18 Nov 2008

Acredite que é verdade


Entraram na pastelaria do Cacém no dia 7 de Março com pistolas e caçadeiras.
Três dias depois, usando os mesmos métodos, atacaram outra pastelaria em Queluz.
Na semana passada, o Tribunal de Sintra condenou os quatro a penas de quatro anos e meio de prisão, mas com pena suspensa.

Como são muito novinhos o juiz pô-los na rua porque julga que a pouca idade ainda permite esperar que abandonem as actividades criminosas.

Leia esta história de encantar aqui e passe a lanchar em casa deste juiz.

17 Nov 2008

Se fossem a vapor ...


Ligar a linha de Cascais à linha de Sintra custa 150 milhões de euros, diz o vereador do Bloco De Esquerda.
Isto claro se se pode fazer, acrescenta e para isso tem que se fazer estudos.
Gosto imenso deste deputado.
Preciso, conciso, determinado, voluntarioso.
Ignorante.

14 Nov 2008

Ele dá uma ajudinha


Vasco Pulido Valente é o maior génio português.
Apenas falhou quando apostou com Mário Soares no vencedor das eleições americanas e foi por uma unha negra oops! estas imagens agora não se podem empregar e portanto digamos que o seu candidato afundou-se nas primárias.
Na sua crónica no Público hoje volta a fazer doutrina.
O assunto é um funcionário, parece que era mesmo director, de uma empresa pública que usou o computador da empresa, nas horas da empresa para brincar.
Para VPV isto não é nada de anormal e explica com candura:

Quanto ao computador, é público e notório que centenas de milhares de funcionários públicos não se coíbem de usar em plena impunidade os computadores (como os telefones) do Estado.

Ou seja se um acto ilegal for praticado por alguns milhares isso transforma-o num acto legal.
É você que tem uma multa de trânsito.
Peça ajuda ao maior cronista português que ele faz-lhe uma cartinha a justificar o acto.

330,1 milhões de euros


13 Nov 2008

Grandes frases



Contrariamente ao que foi escrito na imprensa, este Governo não foi democraticamente eleito.


Santana Castilho
Professor do ensino superior

9 Nov 2008

16-Inteligentes-16


No Porto, pois onde havia de ser, houve um acidente num túnel seguido de capotamento, os serviços competentes detectaram o problema e acenderam o semáforo vermelho que proíbe, mas não impede o acesso ao mesmo.
E como assim era, dezasseis automobilistas, todos os que lá cabiam avançaram muito contentes, auto-bloquearam-se e foram multados pela polícia.
Infelizmente não temos todos os nomes, mas alguns conseguiram sair do triste anonimato.
São eles:

Torcato Monteiro
Álvaro Magalhães
Maria Elvira Correia
Manuel Cordeiro

As suas justas reclamação são:

"É uma verdadeira caça à multa!",
"Parámos no semáforo vermelho, mas, como não mudava, pensámos que estava avariado."
"Tentei fazer a mesma manobra, (inversão de marcha) mas fui barrada por um agente da PSP
"É um escândalo"


E a melhor de todas:

Ao JN, os automobilistas que ficaram encurralados insistiram na falha de sinalização do acidente na entrada da passagem subterrânea. O sinal vermelho não era suficiente.

Biba o puerto, carago!

7 Nov 2008

Um momento (monumento) à paixão




Nada tenho para te dizer a não ser
que está bem. E hás-de entender-me
correctamente: se eu digo que está bem,
é porque acho que não está nada bem,
está muito mal, até. Mas como nada melhora
por eu querer que melhore, e sim,
quando se chega o momento,
digo adiantado: está bem.

Os ingleses quando fazem um filme que mostre aquilo porque passaram na segunda guerra mundial (mais especificamente os londrinos) são imbatíveis.
Também o foram naqueles momentos.
É sempre com um arrepio que vejo os momentos em que com a fleuma tradicional esperavam beberricando o chá, dançando ou namorando a próxima bomba alemã.
Este fantástico filme tem cenas em que nos túneis do metropolitano se canta enquanto lá em cima as bombas caem.
É sobre este pano de fundo que se desenrola esta história de encontros e muitos desencontros baseada livremente na vida do poeta Dylan Thomas.

Keira Knightley, uma das mulheres mais belas que o cinema já mostrou, compõe um papel admirável, dividida entre dois amores, um de infância com o poeta maldito e o outro, de mulher com o capitão que parte para a guerra e regressa moralmente destroçado.
E, com coragem, amor e abnegação vai esperando que o seu amado regresse, primeiro da guerra e depois a ele para chegar a ela.
E é nisto que o texto inicial envolve esta mulher.

Para a autora do texto (parabéns) uma nota final.
O marido dela é a personagem principal de
Breakfast on Pluto.


6 Nov 2008

Este não é


Um brincalhão lançou uma bomba com gás hilariante na redacção do Público causando gargalhadas intensas em quase toda a redacção.
Não era necessário.
Para o mesmo efeito servia perfeitamente o artigo isento de opinião que o senhor Doutor Miguel Gaspar escreve com regularidade na última página.
Vamos então ler pedacinhos do de hoje.
Começa assim:

Vocês sabem, esta coisa da raça, no fundo, no fundo, tira-me do sério. Então num dia como ontem. Ele foi afro-americano para aqui, negro para acolá. E tudo isso tem mais que se lhe diga do que parece. John McCain, por exemplo, vocês acham o quê? Que é branco? Era o que eu achava até ontem.

Este bocadinho é importante, pois conforme sabemos até ao dia da vitória não se podia dizer que Barack Hussein é mulato.
Agora como ganhou o Doutor Miguel Gaspar não é de modas e paga no lápis de cor e, bem é melhor lerem

A América ontem foi digna dessa enorme herança de liberdade que não tem muito a ver com raça. Quase toda a América, mas de certeza John McCain. Na noite de ontem, ele também foi preto.

É lá com ele.
Eu passo.

5 Nov 2008

É só esperar um bocadinho


Agora que O Messias ganhou já se pode dizer que é afro-americano.

Por uma casualidade acabo de ver este filme e a determinado momento Lateesha Rodriguez precisa de explicar o que é a misturada de raças e tomando-se como exemplo explica que é uma “blactino women” e segue descrevendo outras misturas terminando com um espectacular “japanic”.

Claro que tudo termina num arraial de cabelos puxados entre ela e as damas da assistência.
Passa-se tudo no The Jerry Springer Show.

O filme tem um ritmo trepidante como se estivéssemos a desfolhar uma revista aos quadradinhos e a história baseia-se vagamente na vida de Domino Harvey.

A frase com que acaba o filme deve ser pensada, ainda mais num dia de tantas emoções com O Messias, como hoje, amanhã e por mais alguns dias, vai ser:

there is only one conclusion to every story... We all fall down.

Parabéns


4 Nov 2008

HossanaObama


A propaganda que os jornais portugueses fizeram sobre O Novo Messias foi das mais sujas que é possível fazer.
Não por ser propaganda mas apenas por querer parecer que não o era.
Hoje no Público os três jornalistas de serviço às eleições nos Estados Unidos produzem três peças da mais pura admiração por Ele.

Felizmente o director consegue ver parte da verdade e depois de muitos e muitos dias concede que “Só uma enorme surpresa impedirá que os Estados Unidos elejam o seu primeiro Presidente com sangue negro”.
Custou mas lá o conseguiu escrever.

Miguel Gaspar é aquele que mais se aproxima do tom que deve ser dado usando o incenso. Diz ele:

Num certo sentido, a eleição do próximo Presidente dos Estados Unidos da América é a notícia mais esperada desde a ressurreição de Jesus Cristo - embora esta última ainda não tenha sido confirmada, quase dois mil anos depois.

Mas a pérola deve ser reservada ao engraxador número um o Doutor José Vítor Malheiros que fica todo arrepiado por pensar (bem este verbo é exagerado mas por esta passa) que o que mais o preocupa é

... eleições americanas de hoje não são os membros da National Rifle Association, nem as soccer moms, nem as hockey moms, nem as security moms, nem as Walmart moms, nem os NASCAR dads, nem Joe Six-Pack, nem Joe the Plumber, nem os veteranos da guerra, nem as mulheres sulistas brancas nem nenhum outro grupo de votantes.

Veja-se o cuidado com que ele explicita todos os grupos que apoiam o candidato Satnás e não escreve nenhum dos que adoram O Messias.

Melhor que este trio, só esta senhora que vai votar porque sabe que O Messias lhe vai pagar o gás e o empréstimo da casa .

Sente-se menina.

3 Nov 2008

Procure no Continente


A sua amada chega tarde a casa e diz que esteve a fazer horas extras.
Você acredita mas desconfia.
Tire as dúvidas, ofereça pelo Natal um lindo conjunto de lingerie com GPS incrustado.
Escolha aqui o modelo.

Céguinha


O Benfica não conseguiu, uma vez mais, levantar voo para uma vitória convincente.

Voltou a sofrer numa falha defensiva infantil e a revelar grandes dificuldades na gestão de uma vantagem

O resultado foi um Benfica incapaz de ligar os diferentes sectores da equipa e que quase não criou perigo.

Já o V. Guimarães, não voltou a conhecer as amarguras dos minutos iniciais e motivou-se com a superioridade numérica. Na verdade, a equipa minhota passou a dominar, atacando sem piedade e cobrindo todo o relvado.

O jogo terminou com um Benfica a defender com grande sofrimento.

Matilde Rocha Dias podia estar perfeitamente em casa a coser meias, mas infelizmente o Público mandou-a a Guimarães ver um jogo de futebol.
E depois não querem que a gente diga que há profissões que não podem ser feitas por mulheres.
Sobre o árbitro, o senhor Xistra que o pôs, diz:

Mal auxiliado, fez uma actuação que prejudicou as duas equipas e causou a ira do muito público presente nas bancadas ao intervalo.

Um penalty não visto, uma bárbara patada não vista, duas mãos na bola não vistas levam a pensar que a Dona Matilde mesmo para coser meias deve precisar de uns óculos graduados e muito graduados.

O Novo Messias


Os africanos e o mundo esperam que Obama seja capaz de exportar a sua ambição de mudança. A tempo de salvar milhões da fome, da tirania, do ex-tremismo (sic) e da violência.

Se o Mundo pudesse votar, Barack Obama seria presidente dos Estados Unidos da América. Por uma dúzia de boas razões. Mas também por ser negro.

Quem descobre estas maravilhosas realidades é Rafael Barbosa aqui .