18 Aug 2009

Amar-te-ei até ...


Está em cartaz.
Uma história igual a tantas outras.

Ele sofre de Adult Onset Tay-Sachs ela é apenas ADHD.
Encontram-se por acaso nos corredores do prédio.
Ele apaixona-se instantaneamente, ela ama outro que é casado e que promete muitas vezes que vai deixar a mulher e os dois filhos.
É muito rico, é também um dos sócios da firma de advogados onde ela trabalha.

Por sua vez os pais dele estão em vias de concretizar um negócio com uma família amiga que tem uma filha e toda agente (incluindo ela) vêem com muitos bons olhos esta dupla união.
Ele já se tinha tentado matar duas vezes.
Parece igual a tantos outros, mas não é.

No fim, que isto não é nenhum conto de fadas, muita gente sai magoada e o mais interessante é quando uns magoam outros porque não podem magoar quem querem.
É filme, mas muito parecido com a vida real.

Os desempenhos?
Bem, basta olhar para os nomes e está tudo dito.
São actores, parecem reais.

2 comments:

Miguel said...

Gostei muito.

Tem muito da vida real. E a Paltrow parece que está cada vez mais bonita...

Fado Alexandrino said...

Obrigado.
Curiosamente no site do IMDB ainda se discute se o final é feliz ou não e veja como se referem ao trabalho de Joaquin Phoenix

I think he was either on drugs and/or losing his s*** when he was making this movie. His behavior just seemed too kooky and odd, and not in way that really enhanced his character.