30 Dec 2015

Feliz Ano Novo

 
Num país onde milhões morrem de fome (*), estas notícias são deveras estranhas.
A única hipótese é, os reformados já estarem a gastar por conta do euro que vão passar a receber a mais todos os meses.

(*) Segundo informação do PCP.

25 Dec 2015

Feliz Natal ...

 
... para todos os que me dão o prazer e a honra, da sua visita.
Um conselho amigo, se virem o senhor acima retratado, resguardem a carteira.
Ele vai sacar tudo o que puder a quem puder, para imitar o Pai Natal.

21 Dec 2015

Podiam ter pudor, mas não têm

Os senhores jornalistas portugueses garantiam que o Podemos ia ser a segunda força política em Espanha e, nos seus sonhos mais húmidos, o futuro Governo.
Não foi.
E assim optaram por dar apenas percentagens, para aliviar um bocadinho a dor, em vez de esclarecerem que o segundo partido teve 90 deputados e que o seu amado Podemos teve 69.
Assim vai a informação em Portugal.
O recorte é do Diário de Notícias, um jornal que foi sempre a imagem do regímen no poder.
Os outros mais ou menos discretos, seguem a mesma cartilha.
A da esquerda.

20 Dec 2015

Um senhor


Entretanha-se a riscar os que foram à vida.

Excepcional equipa, que ajudou sua Excelência o Presidente da República, a pastorear-nos.
Na abertura do mercado houve uma data de substituições.
Sangue novo, avançados mais acutilantes, defesas mais sólidos.
Uma equipa para ganhar.
Um dos reforços, um jovem com 93 anos vai surpreender.
Adormecerá primeiro que o outros jovem de 91 anos?
Suspense, até ao fim.


18 Dec 2015

Não tente adivinhar


Aprenderam com o Herman


Comprem acções do Banif


Quase quatro milhões de pessoas andam completamente loucas a fazer projectos para o futuro.
Trata-se de pensionistas que recebem até cerca de 640 euros por mês.
Já eram uns mãos largas a gastar e agora com aumentos que variam entre 1 euro e 50 cêntimos por mês até aos mais desprotegidos que levam a brutalidade de 60 cêntimos por mês, vai começar a corrida ás lojas dos centros comerciais.

The sacked one



 
O melhor dos jornais, é a certeza de que só lemos a verdade a que temos direito.
A Bola é o mais generoso, o Diário de Notícias mais forreta.

17 Dec 2015

Imperdível

 


Três majestosas interpretações, três monstros do cinema, o teatro em todo o seu esplendor, e os bastidores em toda a sua miséria de luta de egos.
Não é filme de Natal.
Não está anunciado para breve, provavelmente nem estreará,
Não tem nenhuma perseguição de automóveis, nem sexo, nem sangue, nem tiros, nem efeitos especiais.
Não tem lugar.

13 Dec 2015

Uma prendinha de Natal

Mediafire

Consultório Sentimental


 
Pois Cátia e Carlos, de momento não vos posso ajudar.
Reparem, Costa e mais os 17 ministros, 50 secretários de estado, 200 sub-secretários, 3478 assessores e mais pessoal avulso, gastaram os orgasmos todos que o bom Deus tinha em stock para os tugas.
E como ainda vão (coloquem aqui a palavra que indica aquilo que vocês fazem sem êxito) muitas e muitas vezes o estimado povo tuga, tão cedo não há nada para ninguém.
Tenham paciência.

Confirma-se, há fantasmas


8 Dec 2015

Quem tem cu tem medo

 
O carro de Estado onde o reformado Mário Soares se passeia, embateu noutro numa rotunda.
Depois o motorista deu um papelinho à embatida com um número de telefone que não funcionava, e desapareceu seguindo as instruções do reformado.
A lesada em prantos fotografou o acontecimento e relatou tudo ao jornalista.
Depois chegou ao emprego.
Na Câmara Municipal de Lisboa.
Reconsiderou, e o que se seguiu está aí estampado no jornal.

1 Dec 2015

Carnaval, é quando o Presidente quer

 
El partido de fútbol de la Supercopa de Mauritania entre el campeón de liga y el de copa fue acortado cuando quedaban treinta minutos y resuelto por penaltis para poderse ajustar a la agenda del Presidente del país, Mohamed uld Abdel Aziz.

Leer más:
La Supercopa de Mauritania finaliza en el 60' por orden del presidente - MARCA.com

Que pena este fulano não ser presidente de Portugal por um dia, e esse dia ter calhado ontem.


24 Nov 2015

Uma lembrança envergonhada

A uma vergonha nacional.

Finalmente

Já há governo.
Ministro (Sem Pasta)
Vai ter o mesmo fim (metaforicamente falando) e arrastar Portugal para a mesma situação histórica (agora sem metáforas).

20 Nov 2015

Ouçam aqui, leiam lá


Outro nome a fixar


O senhor David Fontes ontem teve um problema que ele conta assim:

"Olha, és tu a escrever hoje. Já sabes sobre o que vais escrever?" Não, não sei.

Ora para um senhor jornalista, não há drama maior.
E conseguiu saltar a barreira.
Analisou Paris:

Que parem os terroristas e as mortes, mas também que parem o enunciado das medidas securitárias e os ataques à bomba.

Mais um exemplo da teoria do "mas".
E era preciso encher mais um bocadinho de página e logicamente para quem não sabia o que escrever, escreveu:

Quero saber o que é que vou explicar agora aos meus amigos galegos, que, sentados à volta da mesa de um restaurante em Vigo, me intimavam: "Precisamos que alguém nos explique como é que se indica para formar Governo quem não tem maioria no Parlamento".

Impressionante como estes jornalistas encontram casualmente pessoas que lhe fazem perguntas estupendas para uma crónica imaginária.
E logo galegos e em Vigo, entusiasmados com a política portuguesa e com o Celta de Vigo.
E, continuava a faltar um final para a crónica que não ia ser escrita.
Encontrado, que felicidade:

O 25 de novembro? Sim, os partidos que não se detiveram perante o caráter simbólico dos feriados da Restauração e da implantação da República, queriam reunir para preparar as celebrações dos 40 anos do 25 de novembro, daqui a cinco dias.

Nem mais, com um pouco de detergente e um pano húmido vamos de uma vez por todos apagar o 25 de Novembro.
É que o mesmo incomoda muita gente que gostava que não se lembrassem do que fizeram por lá.
Onde é que você estava no 25 de Novembro?
O senhor David Fontes se não estava onde eu penso, gostava de lá ter estado.
Aguardemos pela próxima crónica que ele queira realmente escrever.

Há de tudo como na farmácia

 

Um facto, audiências em Belém.
Outro facto, cada jornal trabalha a notícia da maneira que lhe apraz.
E ainda outro facto, um deles mente.

18 Nov 2015

Fixe Esta Cara


Nada justifica a retaliação que, um pouco por todo o mundo, os que se consideram ofendidos e espezinhados têm praticado. Mas quando o agravo e o crime passam impunes, e a justiça aplicada a uns é escondida a outros, os povos têm a represália como justificada.

Este pulha, que só tem como desculpa não ter sido o único em Portugal a escrever estas barbaridades, justifica da maneira mais sórdida, os assassinos de Paris.
Coitadinhos, tem culpa mas, e como mas é arranjada a justificação usual.
É o velho ditado, se não fostes tu, foi o teu pai.
Quando um dia nos calhar em sorte os loucos lembrarem-se de nós não se esqueça, este G.F.P., vai achar normal.

15 Nov 2015

Um filme, com uma sequela, já na forja.

Antes
Durante
Depois

 
Na última foto, todos as personagens importantes de França, só lá falta o Hollande, apreciam aquilo que podia ter sido feito uns dias antes.
Nas fotos e nos exercícios sai sempre tudo maravilhosamente bem.
Estes e outros já foram Charlies, já foram Americanos, agora são Bataclan e, quando os terroristas assim determinarem, num sítio que infelizmente pode ser perto de mim ou de si, serão outra coisa qualquer.
O que eles nunca serão, é determinados a encarar o inimigo e atacá-lo.
Antes.


Da gelada Window (pop. 4646), Minnesota, apareceu este fogo. Tks God.


13 Nov 2015

Paris a ferro e fogo (outra vez)

Nunca aprendem.
Entretanto em Inglaterra.

Rahela Chowdhury, 32, was abused in Tesco as she was wearing a niqab
John McDougall, 50, approached and shouted 'why can't I see your face?' 
She was left terrified and been scared to leave her house, in Burnley, since
McDougall ordered to pay victim compensation and 200 hours unpaid work



Aqui
 
 







 
 
 

11 Nov 2015

Awesome

Com Dolores Aveiro, Hugo Aveiro, Jorge Mendes e mais os quinze carros de alta cilindrada e preço ainda maior.




Os golos do Real Madrid na final de Lisboa com a peculiaridade de só mostrarem um dos marcadores, por acaso este no penalty e depois a exuberância da camisola pelo ar e um oportuno a filmar.
Também tem direito a férias.
Num jacto privado jogando à sueca.
Momento muito raro, consegue fazer publicidade a duas marcas ao mesmo tempo.

Pode ir a Oscar.