15 Mar 2012

Foi esse


Uma mulher foi barbaramente agredida à martelada pelo marido lá para o violento Norte em Avintes hoje foi declarada em morte cerebral e após essa confirmação (estas coisas demoram sempre um bocadinho) o marido foi finalmente colocado em prisão preventiva.
De acordo com as normas agora em vigor é possível que se suicide na prisão.
Sabe-se hoje que a desgraçada inundava o facebook com mensagens de carinho e amor no género de  as flores mais formosas que existem para mim são os meus filhos e o meu marido o que provavelmente lhe tirava o tempo suficiente para as dizer de viva voz aos próprios.

É um mistério este "modismo".
O que é que levará as pessoas mal têm uma alegria ou um problema a correrem para um computador e despejarem em cima de todo o mundo coisas absolutamente intimas com uma linguagem que de tão patética consegue ser pateta.

3 comments:

Anonymous said...

"Uma mulher foi barbaramente agredida à martelada pelo marido lá para o violento Norte em Avintes..." tragédia impossível de acontecer na pacata Lisboa...

Fado Alexandrino said...

Obrigado.
Não é impossível bem pelo contrário mas que no Norte há mais violência basta ler os jornais.
Não belisca essa parte de Portugal acontece apenas que reagem com mais rudeza faz parte do caracter para o bem e para o mal.

Anonymous said...

Homem que asfixiou a mulher grávida fica preso

"O tribunal de Sintra aplicou esta terça-feira a prisão preventiva ao homem suspeito de ter assassinado, ontem, a mulher que estava grávida de quatro meses, em Queluz, Sintra, disse à Lusa fonte da Policia Judiciária"...notícia do Correio da Manhã de hoje, amanhã há mais...notícias claro.