2 Sep 2009

Uma tragédia anunciada


Um carro para cinco levava sete. Era para desenrascar.
No lugar do pendura viajava um adulto e ao colo deste um rapaz de dezasseis anos.
Foi daquele lado que apareceu o comboio.
A passagem de nível vai ser suprimida em 2010.

"Este projecto está a correr normalmente. Ficou concluído no final de 2008, seguiu-se a fase de expropriações e deverá entrar na fase de concurso público e construção no início do próximo ano", salientou este administrador. Os trabalhos devem estar concluídos no final de 2010”.

A Refer queria pagar pouco pela expropriação.
Os proprietários queriam receber muito pela expropriação.

A Refer afirmou, ontem de manhã, que o projecto de supressão das passagens de nível sem guarda de Baião não arrancou "devido a problemas entre a Autarquia e os proprietários do terreno". Mais tarde, uma outra fonte da Refer viria dizer que o problema está a ser contornado porque "a Câmara Municipal está em fase de aquisição dos terrenos".

Ninguém se entende.
A secretária de estado dos transportes ficou muito comovida.
Nunca vai haver culpados de nada.

É Portugal.

1 comment:

Anonymous said...

Quando procurarem os culpados já fugiram todos de TGV e nem um cêntimo deixaram para acabar com as criminosas passagens de nível sem guarda.