8 Sep 2011

Quando é que se calará?





Esta múmia falante custa os olhos da cara ao contribuinte tuga.
Desde logo porque quando o filhote era presidente da Câmara de Lisboa recebeu de borla dois magníficos prédios numa zona nobre de Lisboa para fundar a sua fundação.
Fundação essa que é todos os anos agraciada com uma verba do orçamento do Estado que sai dos nossos bolsos.
E ainda tem as mordomias de ex-presidente que inclui claro está uma bela reforma, gabinete, carro, segurança (incluindo a casa de férias) e assessores q.b.
E nem precisava de nada disto porque de herança recebeu um colégio frequentado pela nata da sociedade e onde se paga forte e feio para entrar e podia juntamente com a ex-actriz irem entregar parte a outra fundação, porventura mais útil.
Mas como o atrevimento não tem limite tentou compreender uma entrevista do Ministro das Finanças.
Mais valia estar calado o que para ele é absolutamente impossível.

A opinião na ilustração pertence a Medina Carreira na Sábado Número 373.

No comments: