9 Jun 2009

Philippe Noiret (1930 - 2006)


Sobre este filme apenas se pode dizer que acabado é muito difícil que alguém não saia do mesmo com um nó na garganta.
A perda de quem amamos é um momento terrível a dor é imensa.
O filme mostra também a que níveis a amizade pode ascender.
A banda sonora de Ennio Morricone (aqui em integral) ouvida sem estar a ver o filme é devastadora de nostalgia.
Se não viu, não perca sob pretexto nenhum.


Filme

Banda sonora

3 comments:

Toninho said...

Boas, Fado.

Esse é sem qualquer dúvida o filme da minha vida e já perdi as vezes que o vi.

Excelente oportunidade de destaque.

Cumprimentos.

Pézinhos N' Areia said...

hoje começei o dia ... cedo (8 e picos...)

...no cemitério.

de vivos, acho que só lá estava eu ..à parte um ou dois funcionários..

estava sol e ouviam-se pássaros

um silêncio profundo ...


e uma saudade ainda maior.


Do Meu Pai.




um beijinho ... Fadinho

Fado Alexandrino said...

Obrigado a ambos.

Diana F.
se viu o filme (é claro que era impossível não o ter visto) comprenderá que a compreendo.