4 Jun 2009

O Fim


Um avião de grande porte que descola para um voo intercontinental é um mundo.
Duzentas e vinte e oito pessoas, homens mulheres e crianças, trinta e duas nacionalidades, casais, namorados, famílias inteiras, sonhos, férias, desapontamentos, prémios, turismo, trabalho há de tudo.
E num momento todas aquelas vidas estão reduzidas a nada.

E como num lago onde se atira uma pedra as ondas deste choque propagam-se pela família, pelos amigos pelos conhecidos de uma ponta a outra deste pequeno mundo.
Não somos nada.
Simples poeira num cosmos sem princípio nem fim.

2 comments:

Pézinhos N' Areia said...

"Não somos nada. Simples poeira num cosmos sem princípio nem fim"


Coloquei esta sua frase no https://twitter.com/pezinhosnareia


porque é mesmo isso ...

Fado Alexandrino said...

Obrigado Diana F.
Não perca, sob pretexto nenhum, o filme que aconselho.
Do que se sabe da sua enigmática pessoa tenho a certeza que passa para o filme da sua vida.