16 Apr 2010

Homem, nunca deixes a barriga crescer



Que filme.
Começa com a canção " Without You " e quase que ela condensa todo o filme.
Um homem um dia chega a casa e a mulher anuncia-lhe calmamente que "há outro".
Primeiro a estupefacção "mas diz-me mesmo que não me amas", depois a dúvida" mas nestes 21 anos de casados não há nada que te faça mudar de ideias" e finalmente a ira "quero já imediatamente saber o nome do filho da puta".
E por fim, claro está, a agressão.

Com a ajuda de quatro amigos (que naipe formidável e que actuações esmagadoras) raptam o "loverboy" que para dar mais picante á história ainda por cima é um francês e arrastam-no para um pardieiro nas docas de Londres.
Os diálogos que se seguem entre eles os cinco (o actor que faz de amante não abre a boca o filme todo) é absolutamente surreal.
Por vezes Colin ( o manso para usar a feliz expressão do deputado Louçã) entra em delírio e começa a imaginar cenas e personagens, é fascinante.
É tudo em calão, no IMDB diz-se que a palavra "fuck" é usada 162 vezes.

Uma nota final para a felicidade que tive em rever Tom Wilkinson que fez um dos mais inesquecíveis filmes que vi, o Normal .

Está aqui

Adenda:

O filme é absolutamente teatral, aliás passa-se quase todo numa sala e num vão de escada.
Um comentador no IMDB adianta a ideia de que as quatro personagens são apenas momentos do pensamento de Colin nas várias fases após saber a verdade.
É uma ideia muito interessante que mostra os vários sentimentos que assolam uma pessoa depois de saber que ele/ela o traíram e que eleva o filme para níveis superlativos.

2 comments:

LI said...

Um pedido:

podes por o link para download em uTorrent?

parece interessante.

Obrigado.

Fado Alexandrino said...

está aqui

http://isohunt.com/torrent_details/148894401/44+inch+chest?tab=summary