18 Jul 2009

És tuga, mostra-o


Sobre Cristiano Ronaldo de momento (ou seja até há dez minutos) está tudo dito e o maior problema é os jornalistas não tropeçarem nos cabos que ligam as câmaras nem deitarem abaixo nenhum dos tripés dos microfones.
Mas há uma pergunta que bem gostava que lhe fizessem.

Ele foi a mais cara transferência da história do futebol, teve a maior assistência até hoje vista para verem vestir uma camisola, foi considerado o melhor jogador do mundo, ganha fortunas todos os dias, é pouco menos que um Deus

Porque é que precisa de falar portunhol?

5 comments:

dalloway said...

Entre a variedade de repostas possiveis, prefiro achar que isso acontece porque a vida é cheia de contradições, de atitudes e comportamentos compensatórios mas acima de tudo porque precisamos uns dos outros.

Fado Alexandrino said...

Muito obrigado.
A senhora que tem uma vida recheada de mundo imagina o Ferguson alguma vez a tentar falar inglanhol, ou um Puyol a falar portunhol isto para já não falar de qualquer um que seja francês.
Ele é (supostamente) o maior.
Os outros que aprendam, deve ser assim que o De Niro se sente nas conferências de imprensa.
Já para não dizer que seria um crime a Sarita Montiel a falar algo que não seja a língua que aprendeu e onde tão bem canta.

dalloway said...

Touché!

O Mourinho já foi considerado o melhor do mundo e neste momento fala italiano, já falou espanhol e inglês.

O Kaka e Ronaldo já foram considerados os melhores do mundo e o espanhol deles não era grande coisa. Passou a ser. O (Sir) David Beckham quando jogava no Real Madrid falava inglanhol (foi melhorando com o tempo). Sir Alex Ferguson nunca trabalhou fora das terras de sua magestade e dificilmente sairá. Bobby Robson falava português quando treinou FCP.

Dou estes exemplos para sublinhar que a diferença existente entre estes e os exemplos que o Fado dá estão separados por uma linha muito tenue...o mundo artistico e o mundo do futebol. Queiramos ou não são mundos distintos, onde a vida profissional de um futebolista, por exemplo, é demasiado curta para não ser poliglota independentemente de ser o melhor do mundo ou não. Cristiano Ronaldo ao chegar a Inglaterra falava um inglês parecido com o espanhol dele, mas o tempo encarregou-se do resto.

Coisas há que só são permitidas às primas-donas das artes e ataque de vedeta só mesmo fora dos relvados (digo eu que não percebo destas coisas)

A mim incomodou-me mais o portunhol do Primeiro Ministro português aquando da sua última visita a Espanha... isto para já não falar do francês do Dr. Mario Soares.

Ah...essa da senhora não gostei muito :)

Fado Alexandrino said...

Empate técnico.

Hoje andei pela FNAC e como acho que a senhora, menina, senhoramenina, pessoa muito interessante, grande conversadora (risque o que estiver errado) não deve ser muito de fazer downloads da Internet posso informá-la que o Irina Palm está lá por quinze euros.
No entanto,
voltando atrás o Puyol nem com uma pistola apontada à cabeça algum dia soletraria uma palavra que fosse de português.
E de castelhano presumo que também não!

dalloway said...

:)))

É verdade, não sou muito de fazer downloads da internet e não é por razões morais, intelectuais e coisas que tais, é mesmo por falta de aptidão mas acima de tudo porque gosto de ter acesso ao objecto sem grandes alaridos, maçadas e pronto a consumir ( a chamada lei do menor esforço :)

Por isto e por mais que isto Fado, muito obrigada pela infiormação mas acima de tudo por se ter lembrado de mim.