17 Jul 2012

Dêem-lhe umas agulhas de crochet


Manuela Moura Guedes agora não tem emprego e por isso tem muito tempo livre.
Esta mulher à solta é um perigo.
Ontem juntamento com o aplaudido cineasta Miguel Gonçalves Mendes (cinquenta mil euros de subsídio) lá estiveram na manifestação que desejava defenestrar Miguel Relvas.
Os números dos assistentes varia entre quinhentos e cem.
Cem pelo menos tinham porque são os funcionários do PCP que estão sempre destacados para qualquer intervenção que possa fazer cair o Governo (este ou qualquer outro) e que leve caos às ruas.
Tudo isto não teria importância de maior, é uma brincadeira como outra qualquer e até tem resultados positivos pois depois de uma manifestação as gargantas secam e os bares e tascas das redondezas fazem negócio.

O que causa confusão é ver os  jornais e as televisões darem cobertura e tempo de antena a estas bizantinices.
Será que não enxergam o ridículo a que se prestam?
Agora basta um patusco qualquer convocar uma passeata pelo facebook ou outra treta qualquer e lá vão as carrinhas de exteriores?
Há uma fábula que explica o que num futuro acontece.
Acho que não a sabem.

5 comments:

Anonymous said...

A manif é ridícula, sim senhor. Mas espanta-me que o senhor, sempre tão pronto na crítica ao abuso, ao favorecimento bacoco, ao Portugal do interesse e do incompetente, insista na defesa deste caso, que à semelhança de outras "licenciaturas" e/ou trapalhadas do "diz que não disse", prova que a aldrabice não escolhe partidos.

Von

Táxi Pluvioso said...

Ufa, a Guedes flipou há muitos anos, foram dos cardos, ou foram das rosas, não sei bem.

F.A. said...

Obrigado.
Não me interessa Relvas para nada, apenas fez o que dez milhões de chicos-espertos fazem ou tentam fazer.
O que me admira, e nem sabia, é a facilidade com que se pode tirar uma licenciatura.
É legal.
E sobre isso ninguém diz nada.

Anonymous said...

É legal. Perfeitamente de acordo. Mas acha mesmo que se eu ou você nos dirigirmos à Lusófona, nos permitem fazer o mesmo? Acha que o meu ou o seu currículo seria tão esticado rumo a uma licenciatura? É legal, mas uma legalidade só permitida a alguns, com os cordelinhos certos.

Von

F.A. said...

Absolutamente de acordo.
Quem tem ou está perto do poder, usa-o, aqui como em todo o mundo.
Quase que se pode citar Orwell

Quem controla o passado, controla o futuro; quem controla o presente, controla o passado.

Vamos lá a ver se ele (Relvas)consegue fazer isto.