27 Mar 2010

Uma cópia

Ganhou.
Tem pose, coloca bem a voz, mas O Outro já lá está e também veste Armani.
Next.

2 comments:

Zé Muacho said...

Pronto, já está!

Como não podia ter o original o PSD já tem uma cópia; segundo consta, o projecto teve como base uma ideia de Ângelo Correia; as especificações são da autoria de Luís Filipe Menezes.

A obra foi executada por artífices chineses imigrados em Portugal sob a supervisão da Mattel (conhecidos fabricantes da Barbie e Ken); as pilhas, que estão incluídas, têm uma garantia de 12 meses.

Extraído do folheto que descreve o personagem:

- Ainda em fase de teste, já balbuciava coisas como estas:

“Estou farto do bota-baixismo”
“Parece que há uma agenda no PSD para falar mal de Sócrates”

- Mais tarde, quando começou a gatafunhar, mostrou-se um crítico brilhante mas com a originalidade de nunca conseguir escrever a palavra “sócrates”

- Jotinha activo desde muito jovem, foi vivendo da política e aos trinta e seis anos, finalmente, conseguiu uma licenciatura em Economia na prestigiada Universidade Lusíada

- Pouco depois, pela mão do seu criador passa a ter responsabilidades de gestão directa nas empresas de resíduos do grupo Fomentinvest; como sócios tem figuras importantes desta praça: os construtores Irmãos Cavaco, acusados de burla qualificada no caso BPN e Horácio Luís de Carvalho, que está a ser julgado por corrupção e branqueamento de capitais no processo do aterro da Cova da Beira.
Este último é acusado de ter depositado 59 mil euros numa conta offshore de António Morais, o “célebre” professor de José Sócrates na Universidade Independente na altura em que José Sócrates ainda era secretário de Estado do Ambiente.

- Compre para a sua colecção de figuras imprescindíveis ao progresso do centrão das negociatas!

Fado Alexandrino said...

Um retrato explícito.
Tem passado, o futuro é mais incerto.