24 Jun 2011

Croniquinha cor de rosa


Mesmo sendo um Nobel não se pode acertar sempre.
Vamos ler como um dos maiores romancistas portugueses  viu a tomada de posse do último Governo.

Pedrito de Portugal, o toureiro, estava na sala. Não se sabe em representação de quem. Gabriela Canavilhas cheia de glamour. Laura Ferreira, mulher do primeiro-ministro, com um bonito sorriso e óptimo astral. Bagão Félix com ar de prisão de ventre. Álvaro Santos Pereira, ministro da Economia e do Emprego, foi o único que após a assinatura do termo de posse não fez vénia a Cavaco.
Aposto que o Naipaul se lesse isto achava logo que havia ali dedo de mulher.
Errava, digo eu.
Está assinado pelo Eduardo Pitta.

4 comments:

Carlos Lopes said...

Que maldade! (LOL)

Aqui lhe deixo o blog do meu amigo. Faça o favor de perder-se por lá e repare nas qualidades da imagem e títulos.

Fado Alexandrino said...

Obrigado.
Faltou o link pode mandar para o mail.
Claro que antecipadamente como modéstia é uma das minhas maiores qualidades acho que as minhas são melhores.

Carlos Lopes said...

Peço desculpa: http://olharmacro.blogspot.com

É muito bom!

Adónis said...

Ahaha bem visto. Pena não termos um Jorge de Sena para tratar devidamente do Eduardo Pitta.