16 Sep 2015

Deus pode esperar, o Banco não.

 
Este padre tem tomates, embora lhe seja proibido o seu uso.
Devia estar calado ou falar de Deus mas fala de dinheiro.
Recebe mensalmente uma pensão de 3.687 euros, mais 737 euros do suplemento da condição militar, auferindo por mês 4.424 euros, mais de 9 salários mínimos, além de outras regalias como gabinete de apoio, carro com motorista e telemóvel, com o posto de major-general na reforma.
Está aborrecido com o governo actual.
Provavelmente foi-lhe reduzido o pré.
É humano querer mais.
Os paramentos estão caros e a vida custa a todos.
Eu e vocês, estamos a contribuir para que este inútil viva bem.
A mim, isso, aborrece-me.

4 comments:

Lufra said...

Mais um que nunca fez nada na viva a querer dar lições de moral.
Que direito tem ele de abrir a boca?

F.A. said...

É bom que ele abra a boca.
Assim podemos saber o que pensa.
De outra maneira até podia passar por pessoa sensata.

Vladomiro said...

É por gajos como este que sou a favor do corte das reformas... altíssimas!

F.A. said...

Nem se percebe porque razão há-de ter uma reforma.
Tem cama, mesa e roupa lavada de que é que precisa mais?