30 Nov 2012

A idade não perdoa

 

Este dispendioso velhote assinou ontem mais uma carta aberta (*) a pedir a demissão do Governo.
Desde há meses que esta ideia lhe bate na moleirinha.
Ora o estimado povo tuga já lhe disse por duas vezes, muito obrigado por favor fique em casa a tratar dos netinhos.
Não ouve e todos os dias os jornais o querem ouvir e ele, vaidoso, nunca se faz rogado.
Claro que quando o Governo lhe corta um bocadinho do generoso subsídio que tira aos nossos bolsos para ele se pavonear, custa e amargura uma pessoa.
Temos pena, aguente.
Um apelo aos amigos que tem.
Ajudem-no a terminar a vida com dignidade.

(*) Nunca vi uma salada tão complexa de nomes como A Carta. Infelizmente pessoas que pareciam merecer toda a credibilidade assinaram ao lado de outras que não representam nada, que são nada e quase todos umas sanguessugas do erário público.
Ou dito de outra maneira, se não fosse o dinheiro que à força me tiram do bolso ninguém os conhecia e mesmo assim alguns são quase incógnitos.
Juízo.

29 Nov 2012

Perguntas estúpidas


Um dia perguntaram a Pinto da Costa quem era o número 2 do Futebol Club do Porto.
A resposta veio rápida:
É o João Pinto (está aí na foto).
Era óbvio.
Isto vem a propósito da extraordinária importância que teve para o País a mesma pergunta feita a Passos Coelho.
Entretêm-se com ninharias

28 Nov 2012

Uma raridade

 
Devido ao formato (flac), não é possível usar o Mediafire.

À dúzia é mais barato

 
12h45 - Arménio Carlos Termina o discurso pedindo eleições. E anuncia a a realização da maior petição de sempre a favor do estado social, assim como duas manifestações para os dias 8 e 15 de Dezembro.
 
Era hora do almoço e teve que ir embora mas tu não faltes.
Em cada manifestação tens uma senha, na petição também, quando tiveres cinco mil senhas tens direito a uma assinatura anual do "Avante".
Se já tiveres podes dar como útil prenda de Natal.
Em 2013 contamos fazer cinquanta manifestações e duas Grandes Greves Gerais.
Contamos também contigo.
 


27 Nov 2012

Um previdente génio.

 

Pevisão acertadíssima em Setembro de 2012.
Acabará o Mundo neste 23 de Dezembro ?
Pergunte-lhe.

Entrevista imaginária

 
 
 
Este jorrnal consegue entrevistar em Lisboa um ministro que já não é ministro e está em Paris na OCDE há mais de seis meses.

26 Nov 2012

Fantástico

 
Mark Twain dizia "Comprem terra que já não se fabrica".
Estava enganado.
António Borges e os quatro irmãos conseguem com a prestimosa ajuda da revista "Flash!" serem donos de 110% de uma propriedade no Alentejo.
E ainda queriam que um homem que faz estes milagres não tratasse das anémicas privatizações lusitanas.

2 + 1 = 3 Bancos

 
 

Muito deve a música a estes dois

 
Mediafire

25 Nov 2012

25 de Novembro (em catalão)

Nas eleições efectuadas hoje o partido independentista CiU obteve 50 mandatos perdendo 12.
No quadro que se mostra podem ver a precisão de sete-sondagens-sete.
Como titula um dos jornais espanhois "Fracasa el desafío de Mas, gana España".
Nós também.

24 Nov 2012

A verdade a que temos direito por linhas tortas

Agora é oficial.
As televisões vieram finalmente esclarecer que as imagens que o excelentíssimo público pode ver são tratadas.
As outras, os chamados “brutos” não podem ser mostradas sem que os senhores jornalistas as interpretem e depois escolham aquelas que melhor servem os interesses da reportagem que se pretende fazer.
Por isso a partir de agora, quem não sabia passa a saber que vê aquilo que outros querem que ele veja.
É tão simples quanto isto.


23 Nov 2012

Verdadeiros Profissionais

 
Durante um mês
 
O PÚBLICO Online estará diferente. Durante mais de um ano estudámos a fundo o nosso site e as tendências internacionais. Todas as mudanças que fizemos foram pensadas com um grande objectivo: tornar a leitura do PÚBLICO digital uma experiência melhor e mais fácil.
O novo site é mais claro e simples de navegar; o design valoriza o essencial; pela primeira vez em Portugal vamos incluir os leitores na moderação de comentários, e os leitores vão ter uma área individual.

Ontem

A equipa do PÚBLICO está a trabalhar para resolver o mais rapidamente possível os problemas técnicos que estão a afectar o novo site.
É possível que continuem a existir dificuldades de acesso ao site nas próximas horas.
Pedimos desculpa aos nossos leitores pelo incómodo.

Hoje

A equipa do PÚBLICO está a trabalhar para resolver o mais rapidamente possível os problemas técnicos que estão a afectar o novo site.
É possível que continuem a existir dificuldades de acesso ao site nas próximas horas.
Pedimos desculpa aos nossos leitores pelo incómodo.

Amanhã

Logo se vê




22 Nov 2012

Um homem com sorte


Evitou jogar na Taça dos Campeões, já não precisa de se preocupar com a Taça de Portugal, no Campeonato Nacional pode jogar sem a angústia de ser campeão e hoje deixou de se preocupar com a Taça UEFA.
E breve, com mais um bocadinho de sorte, a Taça de Liga já era.
Tão bom.

20 Nov 2012

Jornalismo interpretativo.

Silva Peneda (que já anda nisto há uns bons quarenta anos) não tem razão nenhuma.
Não disse a frase?
E depois.
Um jornalista é algum gravador?
Não um jornalista está ali para fazer perguntas e depois “interpretar” as respostas.
O entrevistado não disse mas podia ter dito.
Descobrir o pensamento que o entrevistado não disse mas que convinha ao entrevistador que ele tivesse dito é uma das mais complexas funções de um bom jornalista.
E um bom jornalista consegue fazer títulos bombásticos que atraem audiências.
E audiências atraem resultados financeiros.
É disso que vivem os jornais.
Só os melhores sobrevivem.
E convêm ao jornalista estar nos melhores.
O melhor é o Expresso.

19 Nov 2012

É verdade

 
Por mail recebi um post muito mas mesmo muito interessante.
Faz ligação a um mapa de Portugal onde se pode ver quantos funcionários a autarquia tem e a percentagem por mil habitantes,
Curiosidades:
Lisboa tem 18,3 funcionários por mil habitantes Alandroal tem 34,8, Mértola 39,4 Alcoutim 61,5 e Vila Nova de Gaia 6,2.
É difícil trabalhar ao sol.
Divirtam-se.
Está aqui

14 Nov 2012

Da Greve (*)



Hoje houve greve quase geral nacional em Lisboa e Porto
Foi um sucesso.
Televisões, jornais, rádios, kaput.
Água, luz, gás, telefones, niet.
Farmácias, comércio, lojas, stand de automóveis, consultórios médicos, hospitais privados, táxis, tudo fechado.
Ruas desertas, uma desolação.
Só havia movimento e muito trabalho na CGTP/PCP e nos “centros de trabalho” do PCP.
Também havia alguns turistas no Centro Comercial Colombo.
Faltava a cereja no cimo do bolo.
Houve duas.

A selecção de futsal depois de estar a ganhar por 3-0 entrou em greve e levou 4-3 na pandeireta.
Sempre ao lado dos trabalhadores.
E a selecção de futebol a sério foi a África e fazendo greve a jogar à bola equipou-se entrou em campo capitaneada por um brasileiro e empatou com um colosso mundial, o Gabão.
Não foi nada de que se possam gabar aos netinhos.
Agora o senhor Arménio vai pensar e breve anunciar Outra Grande Greve Geral.

(*)
Imagem de hoje.
Um popular queria ir trabalhar e a polícia convida-o a voltar para casa com um argumento irresistível.


Perfeição


10 Nov 2012

O povo falou (quer dizer escreveu)



Milhares de Otelo’s manifestaram-se em Lisboa com uma reclamação muito original, querem ser parte activa no combate aos incêndios, abrindo aceiros, limpando matas e no Inverno querem estar a postos para as inundações que como um relógio aparecem em todos os lados.
Também querem mais dinheiro.
Fui ver os comentários sobre este importante acontecimento na página do Jornal de Notícias.
Transcrevo só os três primeiros, para não dizerem que sou parcial.

O que lá fazem os militares melhor fazem as forças de segurança. O exército já não é precisa para nada, estamos na CEE, qualquer conflito interno não faltam aqui militares de todas as nações. Também Portugal não precisa de golpes de estado porque vivemos em eleições livres e democráticas

Fica-lhes bem o cartão vermelho nas mãos, a indicar que as forças armadas portuguesas continuam a ser um ninho de esquerdistas, tal como têm sido desde o 25 de Abril, com MFA, Conselho da Revolução etc
 
Eu faço uma pergunta o que fez o exercito marinha e força a érea após o 25 de Abril?, nada. Portanto um referendo está a fazer falta para sabermos se o povo português quer ou não o exército. Nas  imagens dá-me a impressão que vi mais reformados que militares. Uma policia a nível nacional para haver mais segurança e ter uma representação militar bem preparada, de resto vender todos os quartéis e acabar com essa gente toda.

Neste jornal já vai em 92 comentários.

9 Nov 2012

Joenalista tipo Farinha Amparo

 
O Diário de Notícias fez um inquérito sobre a fusão das freguesias e 60% respondem afirmativamente.
A pergunta está mal feita.
Devia ser “Concorda com a extinção da sua freguesia” e aposto que percentagem de não seria de cem por cento ou até talvez mais.
Nunca nada de importante se há-de fazer na Tugulândia por nossa vontade.
Recordar que esta foi uma imposição da "troika".
As capelinhas, os tachos, as amizades ou até como já se lê o existiram freguesias muita antigas que com os seus 150 habitantes não podem dispensar o senhor presidente da junta vão arrastar este assunto para as calendas gregas.
Providências cautelares estão já em marcha.
Toca a parar tudo, reformar, modernizar, actualizar, são palavras malditas.
A cereja no topo do bolo é o título no próprio DN:
Balha-nos Deus

Gracias hermano


The Yeatman es un hotel absolutamente espectacular que rinde homenaje, como se merece, al vino portugués pero que al mismo tiempo cumple todos los requisitos que se exigen para formar parte de esa élite de la hostelería mundial.
 
  Ver aqui

8 Nov 2012

Meio século


Mediafire

Limpe você os bueiros




A CML resolveu pegar em dois ou três milhões de euros que tinha para ali e não serviam para nada e pediu aos senhores cidadãos que tivessem umas ideias para os espatifar.
Aparecem muitos projectos.
Um é reproduzir o passeio da fama em Hollywood em frente da casa de Amália e colocar a assinatura da artista em calçada portuguesa cor-de-rosa.
Outro é ali para o Vale do Silêncio com uma parede para escalada (é para se poder treinar os assaltos a casas mais difíceis).
O melhor é a Casa da Mobilidade da Mouraria cujo autor o senhor lisboeta Bernard Aznar (será familiar do outro?) descreve como vindo a ser “uma espécie de incubadora de outras ideias”.
Tão bonito.

Ler aqui

Sousa "Sábio" Tavares

 
Sim, porquê. Talvez por isto.

2 Nov 2012

Catástrofe

 
Uma tempestade perfeita vai abater-se sobre a Tugulândia, pior que mil Katrina’s ou Sandy’s.
E até tem dia marcado, o 14 de Novembro ou seja daqui a bocadinho.
E nada se pode fazer para a evitar.
Qual é?
João Proença vai fazer greve.
Parece um absurdo um homem que há mais de cem anos não coloca o pé no emprego fazer greve ao emprego mas ele já explicou que não faz greve pela empresa mas sim pelo sindicato porque na verdade já nem se recorda onde é a empresa.
Aqui está um grande momento para o Presidente da República intervir pedindo-lhe que não ponha em risco a sobrevivência da Nação.
A Bem De.

7ª Legião - Final


Como disco final, este tem tudo o que de melhor os outros tiveram, e tiveram muito.
Uma preciosidade.

Mediafire
Rapidshare

Um simpático anónimo enviou dois comentários sobre música.
Falava essencialmente na minha suposta vida sexual e acrescentava muitos desejos recalcados.
Ora nunca aqui foi publicado nada dos Sex Pistols e por isso os comentários ainda que elegantes não parecem ter cabimento.
Talvez um dia tenham acolhimento na secção "consultório sentimental".
Não desespere senhor anónimo, tudo tem cura, já vi casos muito piores.

1 Nov 2012

Halloween

 
Uma boa máscara para esta festividade americana deve meter um bom susto.
Portugal precisa de exportar.
Esta é uma boa máscara que serve logo duas festividades, esta e a do Carnaval e por isso pela economia de mercado pode ser um bom produto.
A do Carnaval explica-se por si, mas a outra?
Ora bem.
Esta máscara ensina que “guerra na Europa é inevitável” e “defende a rápida saída de Portugal do euro, preferencialmente em conjunto com outros países na mesma situação.”
Claro que é um susto um bocadinho estúpido mas às vezes a palermice em grau elevado serve.
Ler aqui para ter a certeza que isto não é uma partida.
E não se esqueçam que o Mundo termina em Dezembro deste ano.

Dia 27 há mais, e antes também.

 


Houve mais um Grande Acontecimento em Lisboa.
Foi a “discussão” do Orçamento do Estado.