18 Jan 2012

Terreiro do Passo (perdido)


Nada sobra
que não guarde
(como se guarda
um fim de tarde)
no lugar do coração

Nada guardo do que sobra
porque a sobra é ilusão.

2 comments:

Carlos Lopes said...

Ficou bem! Boa junção entre texto e imagem. Parece que estamos de parabéns ;-)

Fado Alexandrino said...

Uma dupla tipo Cardozo+Rodrigo.
O Pai esteve cá e também gostou.