30 Jan 2012

Shiu ...



Segundo o IMDB alguns cinemas, provavelmente com receio de que lhes partissem as cadeiras, devolveram o dinheiro aos espectadores que saíram a meio aborrecidos por o filme ser a preto e branco e mudo como no tempo dos nossos Avós.
Estreia quinta-feira e acho boa ideia que na bilheteira ponham um grande cartaz a avisar do mesmo.
Um dia fui ver "O Fantasma da Ópera" e uns cinéfilos numa fila estavam desesperados porque julgavam que era uma fita de horror com muito sangue e gajas nuas a levantarem-se das tumbas e do descontentamento fizeram ouvir a sala.
Foi muito giro.
Não sou cinéfilo e aviso já que vai ter cinco estrelas dos melhores críticos da nossa praça quanto a mim acho muito estranho que venha a ganhar o Oscar de melhor filme e que qualquer dos artistas ganha qualquer coisa também.
Tem dez nomeações

29 Jan 2012

Dasse!




Sindicatos é coisa que não falta na falida CP e Refer, são às dúzias para todas os feitios e uma só cor.
Podiam dedicar-se a melhorar o próprio serviço em vez de se meterem em cavalarias para as quais lhes falta muita arte para montar.
Nas bilheteiras da estação de Massamá há dois guichets e pasmem-se um aceita o multibanco e outro não e eles estes sindicalizados acham isso perfeitamente normal.
Para o utente (atenção fila única) é como jogar na roleta, pode sair preto ou vermelho.
E depois como a ignorância é como os cogumelos e medra avisam

Esta subida brutal nos passes sociais nos transportes públicos vai originar a fuga de muito dos utilizadores para o transporte individual. Vai certamente originar a uma redução muito acentuada de clientes, em especial os jovens e os idosos que têm aumentos incomportáveis", alertou a estrutura sindical.

Ou seja os velhinhos e as criancinhas ao não terem dinheiro para o passe vão começar a utilizar os popós para irem dar uma voltinha.
Quando é que privatizam esta merda para deixarmos de ter estes ignorantes (mais os jornalistas que os ouvem) a chatear o pagode?

Aviso/Warning:
Contém linguagem que pode ferir sensibilidades


(Palavrão!)

Perderam e perderam muito bem e duplamente.
Primeiro no resultado e aqui há um pormenor curioso embora o resultado tenha sido 1-2 os três golos foram marcados pelo (vários palavrões e palavra racista) Varela, grande exibição.
E depois grandes otários para não dizer grandes (palavrão) tiveram 3633 pagantes que apenas fizeram 66% do campo de futebol.
Tivessem ido jogar a Aveiro como fizeram com os outros e tinham tido dez vezes mais.
E o preço dos bilhetes? Vinte e cinco euros par ver um jogo de pé e se chovesse levar com ela nos (palavrão)?

(Quatro palavras que dá um grande palavrão).
Espero que o (palavrão) do presidente se (palavrão) e que depois de se terem esfarrapado como aliás todos contra uma equipa onde (palavrão) por só verem vermelho percam os próximos cinco jogos.
Não desejo mal a ninguém, não gosto é de ser (pode ser palavrão mas há quem goste).

Engulam.

27 Jan 2012

2011 está a ser uma boa colheita


Sim é mesmo a Glenn Close aí bem centrada no poster e claro está sendo o centro de este espantoso filme.

Uma miúda sem mãe após ter sido violada por uns bandalhos compreende que naquela Dublin de mil oitocentos e carqueja o melhor que tem a fazer é passar-se por homem.
E de tal maneira entra dentro da personagem que na realidade incorpora física e mentalmente o novo estatuto enganando todos e verdadeiramente enganando-se a si próprio (a).

O filme é feito com a reconhecida mestria inglesa e retrata de uma maneira impecável a crueldade que existia (existe?) numa sociedade onde os muito ricos, os lordes encaravam os serviçais como simples objectos domésticos.
É praticamente todo passado dentro de um hotel gerido com mão de ferro pela dona que se desfaz untuosa perante os clientes. As cenas de rigor naquela cozinha e o modo impecável como os criados efectuam uma coreografia altamente ensaiada na sala de jantar são soberbas.

E um dia Albert apaixona-se, por uma rapariga claro. O que acontece a seguir vale só por si só filme.
Está nomeado para três Oscar.
Glenn (Albert) Close merece amplamente o dele.
Está, por enquanto aqui

Já temos saudades


´


Ao fim de um quarto de século este honesto trabalhadorovsky que nunca fez uma greve em toda a sua vida abandona  a empresa e vai para a reforma.
Hoje em momento de grande emoção vai ser escolhido o funcionário que o vai substituir.
Prevê-se uma luta renhida entre a lista A e a lista A e ninguém aponta um vencedor.

Graças à prestimosa colaboração da SIC o post foi editado.

Ajudem a Clarinha lorinha



 A maior romancista portuguesa viva, depois de ter almoçado no Chiado com um desempregado (senhor Balsemão veja lá as companhias dos seus empregados) quer um emprego.
Leu num jornal que há "30 lugares vagos para os conselhos de administração das Águas" e ela respeitosamente dirige-se à ministra que manda naquilo com um bocadinho de dor de corno por a achar muito jovem pedindo-lhe um deles.
Era preciso mandar um currículo e ela não é de modas.

Garante não ser doutorada em Direito mas trabalha desde os 16 anos (meus Deus já devem ter passado dois séculos) onde começou a vender enciclopédias e é daí que ela conhece todos os romances do Mundo.
É pouco e por isso ela acrescenta o dado que faz a diferença, o cérebro dela é composto por 70% de água e, acrescento eu, é coberto com uma espampanante cabeleira loira.
Com isto arrasa.
Mas podia ter acrescentado mais alguma coisinha.

Por exemplo  que teve um magnifico cargo na Expo 98 com direito a carro pelas duas mãos amigas de Mega Ferreira que, veja-se como o mundo é pequeno, a levou ao colinho para o Conselho Directivo do CCB ou que pela mão da sempre simpática Câmara Municipal de Lisboa (é tão bom ser independente e ter tantos amigos bem colocados)  teve uma belíssima sinecura na Casa Pessoa para já não falarmos dos estupendos passeios almoços jantares e ceias que teve com o Pai da Pátria num programa bem subsidiado por todos nós e transmitido com grande sucesso pela RTP.
Não lhe fica bem a modéstia ou como dizia a Marilyn "passei a maior parte da minha vida de joelhos e não foi a rezar".
A Clarinha também não parece ser miúda de missas.

26 Jan 2012

Besunta com Hirodoid



Ontem hoje e talvez amanhã fartei-me de rir com o ex-Special One e actualmente o Mou.
Este moço já se esqueceu do tempo em que andava pela linda cidade de Oporto e que tantas glórias lhe deu exactamente da mesma maneira que agora dá a outros.
É a roda da vida.
Hoje em cima amanhã em baixo.

Na foto Mou esperando o Roubário Benquerença espanhol.

Perto de um Conde que já foi Barão





Como se fosse da terra antes de ser
bicho carunchoso ainda em pé
Fazer-te um verso pode parecer
( a muitos olhos) ser aquilo que não é.
 aqui

25 Jan 2012

Um ferro muito enferrujado



Phyllida Lloyd que nos ofereceu Mamma Mia! consegue aqui dar o biopic mais pateta que se possa imaginar sobre uma extraordinária mulher que governou com pulso de ferro uma nação.
Não vale a pena escrever muito sobre ele apenas lembrar que a cena onde ela abandona 10 Downing Street é filmada em slow motion (como aliás grande parte do filme) e termina mostrando os sapatos dela pisando um chão cheio de pétalas vermelhas de rosa ao som de uma ópera.
A maior parte do filme centra-se não na verdadeira dama mas sim na imagem destroçada dela pela doença e como ela se entretém a falar com o fantasma do marido.
Não admira que a família não tenha querido ir ver o filme.
Está nomeado para dois Oscar. Presumo que não vai ganhar nenhum embora a Streep se tenha esfarrapado para dar alguma consistência ao papel.

No fotograma pessoas abandonando o cinema e chorando o dinheiro gasto.

Theodoros Angelopoulos (1935 - 2012) Clique



24 Jan 2012

No sítio certo, à hora certa



Uma petição iniciada pelo senhor Nuno Luís Marreiros para pedir a demissão de Cavaco, (a propósito alguém sabe como é que se demite um Presidente da República), vai seguir para o parlamento para ser analisada.
Finalmente uma coisa acertada na Tugulândia.
Uma palhaçada numa coisinha que já foi País e agora é um circo permanente, vai ser apreciada por um conjunto muito apreciável de palhaços.
Está certo.

Na foto o herói a começar a sua carreira política

Ainda há vagas


Está a ser feita uma recuperação monumental de um quarteirão numa zona que me diz muitíssimo em termos sentimentais.
Infelizmente a vista dos loft's por enquanto é aquela.
Quem quiser saber mais, passe a publicidade, clique no título do post e reze para que o Euromilhões lhe saia.

23 Jan 2012

Diz que é bom.



Sem mácula, com dor.



Somehow it feels natural to find a daughter of mine on a different island.
A family seems exactly like an archipelago. All part of the same whole, but still separate and alone.
And always drifting slowly apart.

Se por azar do destino perdeu um ente querido, especialmente se tiver sido por um acidente, prepare-se cuidadosamente antes de ir ver este filme.
A morte é uma coisa horrível, num segundo deixamos de ter aquela pessoa, para sempre.
Mas por uma ironia da vida, por vezes essa mesma morte produz a reunião entre os que ficaram.
Muitas vezes.
No fotograma a autora num cameo.

21 Jan 2012

Segue dentro de momentos



Um cavalo chamado Joye, Uma jóia de filme.



O site do IMDB tem tudo o que é necessário saber-se sobre um filme e tem duas particularidades muito curiosas.
Primeiro, como utilizador registado pode actualizar os dados de um filme e segundo a maioria dos filmes desencadeia um fórum de opiniões e contra opiniões deveras estimulante.
Nalguns filmes, sempre naqueles com grande público, aparece um tema "Uma centena de coisas que eu aprendi vendo (nome do filme)" em que são apontados os disparates em que os cineastas são férteis, como por exemplo o herói levar dez tiros e não morrer e acabar por disparar um sexto tiro de uma pistola que só leva cinco balas matando de imediato o vilão.
Este teve essa honra.

Neste longo (duas horas e vinte e seis minutos) e portentoso filme Speilberg faz-nos atravessar uma constelação de sentimentos. Desde logo no início onde uma súbita paixão e algum orgulho faz um homem comprar por um preço exorbitante um estupendo cavalo que em breve o vai levar à quase ruína.
E depois o filho que toma a seu cargo a educação e treino do mesmo para o transformar naquilo que ele não é, de uma obra magnífica da natureza num carregador de arado.
E a luta daquela família para sobreviver.

Chega a guerra e como se diz no fotograma " ela tira tudo a todos".
E o filme conta-nos tendo como pano de fundo a vida deste cavalo a tragédia que a guerra é.
As filmagens das batalhas são absolutamente épicas e os pormenores pessoais dos contendores são tratados com fina mestria.
É um filme comovente.

Não perca sobre pretexto nenhum e esqueça o cinismo das pessoas que vão ao cinema para de lupa na mão encontrar episódios que nunca podem acontecer na vida real.
Mas aqui podem, isto é cinema, isto é evasão, isto é divertimento e este tem lá tudo.

20 Jan 2012

Consultório Sentimental




Querida Filipa:

Parece impossível que tu vivendo nas bordinhas (toma atenção a  esta palavra) de Lisboa não saibas ainda o que é o "fisting".
Olha, eu também não te posso explicar aqui porque embora seja um blog mais virado para a política onde esta brincadeira sexual é feita com muita frequência a descrição tinha que conter pormenores gráfico um bocadinho complexos.
Mas há uma solução.
Vais até à SAD do Sporting Clube de Portugal e pedes para falar como senhor Valeri Bojinov para ele te explicar.
É que ele ontem fez um fisting perante milhares de espectadores e depois alguns deles acharam que era altura de lho fazerem também a ele.

Boa sorte garota.

18 Jan 2012

Terreiro do Passo (perdido)


Nada sobra
que não guarde
(como se guarda
um fim de tarde)
no lugar do coração

Nada guardo do que sobra
porque a sobra é ilusão.

Conserveira de Lisboa (clique)



Só visto, contado não se acredita e nesmo com foto falta-lhe o cheiro.

17 Jan 2012

Está mesmo a jeito



Fui em passeio ver o apartamento de Dona Pilar, a viuvinha de Portugal, ali para o Campo das Cebolas o que só por si me faria chorar.
E chorei, por ver que um Monumento Nacional entregue pelo senhor Costa está fechado.
Triste limitei-me a ver a coitada da oliveira que estava tão sossegada lá nos campos do Alentejo e agora leva com a poluição lisboeta e corre o risco de algum cão rafeiro lhe mijar em cima.

Apelo Muito Urgente


Este velhote foi apanhado a dar um beijo na pobre criança cujo olhar aterrado mostra o medo daquela boca que parece uma sanguessuga.
Não há para aí uma Comissão de Protecção da Infância Desvalida ou qualquer coisa (há milhares de organismos oficiais) com um nome parecido que ajude aquele pobre ser?

Jornada 15


Uma boa jornada de futebol.

Com cento e sete mil espectadores para o que contribuíram dois factores; primeiro os três grandes jogaram em casa e na casa de um deles couberam quase metade ou seja 56,155 belas e afinadas gargantas a que se juntaram mais 41,721 dos outros dois grandes mas um pouco menos grandes.
E isto dá, ora deixa lá ver uns dez mil para os outros cinco pequenitos.
E assim terminou a primeira volta deste campeonato que infelizmente já leva com 62 cartões vermelhos que podem chegar a números avassaladores se cada vez que um jogador salta por cima de um guarda redes se desequilibra e caí quando está a ganhar por três bolas de diferença e o árbitro vê nisso uma simulação.

Na foto adeptos de um dos clubes derrotado chorando copiosamente a perda de mais uma oportunidade de chegarem a campeões.

16 Jan 2012

Para ajudar a começar a semana


Não necessita de apresentação.
Apenas para lembrar que neste disco total canta musicais, bandas sonoras, Kurt Weill, Marlene e Piaf, Nyman e claro está canções de cabaret.
Inclui booklet.

15 Jan 2012

Tem paixão, guerra, sangue e suor.
Falta sexo (é inglês).


I met a writer last week who got the idea for his second novel from the screen version of his first one.
The Penguin Dictionary of Jokes - Fred Metcalf

Um filme que incrivelmente tem pontos de contacto com a realidade portuguesa.
Contemos rapidamente uma parte da história.
O filme procura dar uma ideia do que foi a campanha no Sudão para esmagar uma revolta islamita que punha em perigo uma possessão britânica naquela altura em que o Sol não se punha sobre o Império de Suas Majestades.
E foca-se essencialmente na batalha de Abu Klea .
Ora esta batalha foi amplamente vencida pelo contingente britânico mas realmente para aquilo que o realizador queria contar (e que contou de forma soberba) era necessário que o resultado fosse ao contrário.
E assim fez tornando-se uma espécie de Roubário Benquerença.
Está explicado o primeiro ponto de contacto com a Tugulândia.

Quem é o futuro herói?
Pois um oficial, aliás o filme apenas retrata a vida dos oficiais e de uma alta burguesia do tempo e temos que ser sinceros o retrato que dá é de uma espantosa qualidade na maneira como mostra os maneirismos e o sentido de honra e dever daqueles tempos.
Mas este oficial era diferente.
Tinha uma noiva e enquanto se tratava de passear a brilhante farda não havia problema que só surgiu quando o regimento é convocado para ir defender uma remota parcela que mal se sabia apontar no mapa.
E resigna o que era pouco menos do que desertar.

Recuemos aos anos 60 e 70 na Tugulândia e lembremos aqueles heróis que andavam por aí e que despreocupados passavam parte dos dias nos cafés em juvenis brincadeiras.
E de repente eram convocados para a Guerra em África e como num passe de magia davam em grandes revolucionários e iam fazer a revolução para os cafés de Paris.
Ora ai está o segundo ponto de contacto com a Tugulândia.

Mas este semi-desertor arrepende-se e como não podemos contar o filme sem tirar o apetite a quem o deseje ver apenas acrescentamos que cinematograficamente é de qualidade super e arrepia ver os batalhões marcharem absolutamente organizados e disciplinados pelas areias do deserto como se estivesse em Londres.

Declaração de Interesses


De acordo com o futuro normativo o autor deste blog declara que não pertence à Maçonaria, nem à Opus Dei, não é sócio do Futebol Clube do Porto nem conhece nenhum deputado que lhe possa arranjar uma cunha para um cargo nos milhentos organismos oficiais.
Mas tem pena porque é o que está a dar.

Os meretíssimos




Castelo Branco prestou um belíssimo serviço ao povo tuga ao ridicularizar um Tribunal e todos os seus agentes com o aparato que rodeou a sua actuação no mesmo.
Foi tudo entendido como um Carnaval e assim o povinho pode rir-se muito.
E agora quando  após uma rusga numa casa de alterne que é no que a Tugulândia se está a transformar as meninas detidas se apresentarem de lingerie qual é o Tribunal que tem coragem de as criticar?

14 Jan 2012

O elefante de várias cores (clique)



Custou balúrdios e a excentricidade da pala porque o maior arquitecto português vivo ou morto queria deixar uma impressão digital eterna serviu para um ou dois eventos.
Catorze anos depois ainda não conseguiram encontrar nenhuma utilidade para aquele mastodonte.
Quando o dinheiro é dos outros toda a gente sabe como o gastar.

12 Jan 2012

Apelo Muito Urgente


Estes cinco "trabalhadores" estão há décadas requisitados às entidades patronais e prisioneiros da CGTP - Intersindical Nacional.
Não tiveram durante esse tempo nenhum contacto com o mundo real e já nem sabem a morada das empresas que os empregam.
E agora vão ser libertados.
O choque vai ser brutal.
Repare que nunca tiveram livros de ponto, nem patrão nem qualquer ameaça de despedimento, nem atraso nos salários e nunca mas mesmo nunca fizeram uma greve.
Ajude-me a ajudá-los criando um fundo para conseguirmos que cinco psicólogos lhes ensinem o que é o mundo hoje.

11 Jan 2012

No Reino da Bicharada - Topo de Gama


Um dos indicadores do Pais vai crescer e muito afirmam com convicção duas das maiores sumidades nacionais.

Eu, que também não sou burro nenhum, assino por baixo.
Faço uma ressalva, se estas sumidades e outras começaram a trabalhar pode descer.
Parece um contra-senso não é?
Lendo a notícia verifica-se que nem sempre o que parece é.

No Reino da Bicharada - Classe Superior



Quando li hoje esta notícia veio-me aos olhos uma lágrima de saudade pelo grande estadista que foi o enfermeiro Samora Machel.
Um dia preocupado com o futuro do seu novo país que nunca mais começava a desenvolver-se em conselho de ministros declarou:

-Temos que trabalhar trinta horas por dia.
Um ministro que já tinha a quarta classe respondeu-lhe "Camarada Presidente o dia só tem vinte e quatro horas".
Muito bem. Vamos então fazer seis de noite.

Gente desta já não há, ou sei lá lendo a notícia.

No Reino da Bicharada


Um simpático ladrão atacou ontem um super mercado em Massamá e infelizmente não escolheu o Pingo Doce que é muito rico e não lhe faz diferença um ou outro roubo.
Como as empregadas já o conheciam a senhora fez soar o alarme e ao mesmo tempo fez soar a necessidade ao simpático de se pôr a milhas.
No caminho atacou e mordeu três empregadas e isso atrasou-o tanto que a polícia teve tempo de chegar (um milagre).
Foi detido, foi libertado e mandado apresentar no Tribunal.
Para grande surpresa do senhor Juiz não compareceu.
O meu maior desejo é que nesse momento estivesse ocupado a assaltar a casa de um deputado que aprovou estas leis ou melhor ainda do senhor que o mandou em liberdade.

redassão da escola EB+2 da Damaia de Baicho



Kum kamandro a sotora por causa dagora escrevermos de maneira diferente mandou ver este filme. meus é  bué de fixe.
songs bakanas bejecas em barda uma curte.
um kota chanfrado com bué de papel k ensinar uma garina das docas a falar à maneira prá gaja parecer como aquelas da casa dos segredos a mandarem bocas bué de fixes.
Pá nem a quer afiambrar nem nada. K é que acredita nisto.

 Bro saquem  aqui

9 Jan 2012

Não é uma "loja" é mesmo um hipermercado (clique)



Ele foi uma dos maiores génios da Humanidade no seu campo de criação.
Esta foi uma das muitas maravilhas que nos legou.
Infelizmente o seu nome anda por aí nas bocas do mundo tuga e a maior parte dos que falam nele nunca o ouviram.

Vou contar uma história.
No tempo do primeiro Big Brother um livreiro admirou-se de tanta gente lhe pedir o livro sobre o mesmo. Com imenso fervor meteu-lhes na mão o 1984.
Não me chegou a dizer quantas reclamações teve.
Download

Niki de Saint Phalle (clique)




Um dia vi na montra de uma loja de perfumes um lenço de senhora deslumbrante.
Arranjei coragem entrei e perguntei quanto custava.
A senhora simpaticamente disse-me que não estava à venda, era apenas para exposição.
Era desta grande senhora.

Pode ser visto aqui